Sociedade

Um louvor à audácia dos fundadores

• Favoritos: 65


Realizou-se, no passado dia 12 de abril, a festa do 61º aniversário do Rotary Club de S. João da Madeira, fundado a 8 de abril de 1963. Foi esta a oportunidade de celebrar a vida de um clube que se mantém vivo, graças ao ideal que norteia o movimento rotário: DAR DE SI ANTES DE PENSAR EM SI. A presidente do clube, Celeste Silva, enalteceu, “a coragem e a audácia daqueles que, no ano de 1963, deixaram o conforto de suas casas e se uniram para criar o Rotary Club de São João da Madeira”. Como alguém diria ao longo da celebração, “sem o Rotary Club, S. João da Madeira não seria a mesma cidade”. Além da constante colaboração nos projetos solidários de Rotary International, o Rotary Club de S. João da Madeira continua a acalentar projetos locais como a Sopa Solidária e a Universidade Sénior, na área da saúde como o ciclo de conferências “Terças com saúde”, na área do ensino, com as Bolsas de estudo e o apoio às crianças do Centro de Acolhimento e, ainda, apoios pontuais a situações de carência.
O que uniu a centena de convivas, membros do clube, amigos, rotários de quinze clubes da região, foi a precisamente história do clube, a amizade que os une e a procura de força para continuar a sua missão. No decorrer da cerimónia, foram entregues diplomas de sócias honorárias a duas mulheres que se distinguiram pela colaboração e amizade que, ao longo de muitos anos, têm mantido com o clube: Maria José Bastos Santos (Zezinha Flores) e a enfermeira Fátima Sá. Como sinal de rejuvenescimento, foi também realizada a cerimónia de ingresso de um novo sócio no clube: trata-se do osteopata Daniel Valpaços, apadrinhado por Susana Silva.
Como é tradicional, cantaram-se os “parabéns a você”, partiu-se o bolo de aniversário, brindou-se à saúde do clube e deu-se seguimento ao convívio. Depois das intervenções de Joaquim Branco, do Rotary Club do Porto, clube-padrinho do clube sanjoanense, da vereadora Paula Gaio, em representação do presidente da Câmara e da presidente Celeste Silva, coube a Duarte Besteiro, governador do distrito 1970, entregar uma lembrança de aniversário ao clube anfitrião e encerrar a sessão. Evocando a história e o presente do clube, referiu o facto de “o clube ter dado a Rotary três governadores de distrito e um diretor de Rotary International e, no presente, ter uma governadora indicada para 2025/26, Deolinda Nunes, contar ainda com um fundador vivo e ativo, Flores Santos Leite, duas novas sócias honorárias e um novo membro do quadro social. Que melhor retrato podemos fazer deste clube?”

65 Recomendações
125 visualizações
bookmark icon