Sociedade

Sanjotec na órbita da economia do espaço

• Favoritos: 53


Investigadores e astronautas análogos reuniram-se para a 2.ª edição do “Space on Earth”. Em debate estiveram temas da atualidade do setor no nosso país, como o potencial da Indústria Espacial em Portugal e a Estratégia Nacional para o Espaço.

A Sanjotec, em parceria com o Município de S. João da Madeira, realizou na última quinta-feira, 27 de junho, a 2ª edição do “Space on Earth”, uma iniciativa que decorreu nas instalações daquele parque de ciência e tecnologia e que ficou marcada pelas intervenções de um relevante e diversificado painel de intervenientes ligados ao setor do espaço.
O programa incidiu, de acordo com a organização, no debate sobre “temas de grande atualidade para o setor no nosso país”, como o potencial da Indústria Espacial em Portugal e a Estratégia Nacional para o Espaço, proporcionando a partilha de conhecimento entre os participantes. A iniciativa incluiu ainda com uma zona expositiva e de demonstrações tecnológicas de empresas e entidades de referência nesta área de atividade.
No fundo, “tratou-se de uma oportunidade de encontro dos agentes da economia espacial, da investigação espacial em Portugal”, como afirmou o Presidente da Câmara de S. João da Madeira, Jorge Vultos Sequeira, na abertura dos trabalhos, acrescentando que o Município e a Sanjotec dão, assim, “um contributo” para uma área de atividade “tão vital para o futuro do nosso país, para o futuro da humanidade”.

“Exemplo de aposta na ciência e inovação”

Na base da iniciativa está o facto de a Sanjotec ser um parque de ciência e tecnologia que integra a rede de incubadoras da Agência Espacial Portuguesa, entidade cujo presidente, Ricardo Conde, foi um dos intervenientes no primeiro debate, que teve como título “O potencial do setor espacial em Portugal – presente e futuro”.
Esse painel contou ainda com a participação de Jorge Pimenta, da ESA Space Solutions Portugal, de António Gaspar, do INESC TEC, e Ana Martins, da Connect Robotics. A moderação coube ao economista e gestor Jaime
Quesado, que, na introdução ao tema, apontou a Sanjotec como “um dos grandes exemplos dos últimos anos, no nosso país, de aposta na ciência e inovação”.
O programa prosseguiu, no período da tarde, com o debate em torno do potencial do setor espacial em Portugal, durante o qual se procuraram identificar desafios e oportunidades. A moderação esteve a cargo de Martinho Oliveira, diretor da Escola Superior Aveiro-Norte, da Universidade de Aveiro, uma das entidades parceiras do Município de S. João da Madeira na Sanjotec.

Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa n.º 3995, de 4 de julho de 2024 ou no formato digital, subscrevendo a assinatura em https://oregional.pt/assinaturas/
53 Recomendações
74 visualizações
bookmark icon