Sociedade

Perigo na rua do Matemático Pedro Nunes continua por resolver

• Favoritos: 75


Quase um ano depois, tudo continua na mesma. Álvaro Pinto na reunião do executivo alertou para o perigo no cruzamento entre a rua do Matemático Pedro Nunes e a rua da Volta. Para o sanjoanense, a solução pode passar pela colocação de dois espelhos

Álvaro Pinto já tinha alertado para o problema na rua do Matemático Pedro Nunes em junho do ano passado. Nessa altura, lembrou o executivo da alteração do sentido de trânsito nessa via, apontando que a solução poderia passar pela reversão dessa medida ou então pela colocação de dois espelhos no cruzamento. O assunto regressou na última reunião camarária, a 22 de abril, com Álvaro Pinto a lamentar que tudo “continue na mesma”. “Penso que estará à espera de uma morte para resolver o problema”, afirmou o munícipe para Jorge Sequeira. “Quase todos os dias lá passo e sei que as dificuldades são enormes, a gente tem que se meter dentro da estrada para ver se vem alguém, sujeito a levar uma pancada como tem acontecido vulgarmente”, relatou. Sublinhando que o problema “só se vê entrando na rua”, Álvaro Pinto disponibilizou-se a acompanhar o presidente da câmara ao local.
Em resposta, Jorge Sequeira explicou que na sequência da primeira denúncia, em junho do ano passado, a técnica de mobilidade do município se deslocou ao local, com a PSP, para realizar uma avaliação. “Tivemos o cuidado de o informar sobre o resultado dessa avaliação, que não foi coincidente com o parecer do munícipe”, esclareceu o autarca, que se mostrou, contudo, disponível para se deslocar ao local e perceber a situação “mais a fundo”. O edil admitiu que poderá existir alguma alteração, desde que tenha “balizamento técnico e da polícia”.
O vereador da coligação ‘Melhor Cidade do País’, Tiago Correia, também deu nota do perigo naquele local. “Já houve lá imensos acidentes, há a questão técnica e depois há a questão da ligação política”, apontou. “O sr. Álvaro tem toda a razão, porque não é proibido estacionar no arruamento, então tendo carros estacionados num dos lados não cruzam dois carros e como é um cruzamento, é extremamente complicado”, argumentou. Tiago Correia considerou que a colocação de dois espelhos no cruzamento é uma boa solução para o problema, alertando ainda para o perigo no cruzamento da rua da Volta com a rua de Fundões. “É outro ponto crítico e onde há imensos acidentes”, afirmou.

75 Recomendações
197 visualizações
bookmark icon