Sociedade

Parque operacional das Águas de S. João passou para as Travessas

• Favoritos: 113


Mudança para edifício industrial arrendado começou já no ano passado para permitir início da construção do hotel do grupo Meliá. Neste momento, “há ainda algumas melhorias a fazer”, mas já se verificam “condições de operacionalidade total”.

Mantendo os serviços administrativos e de atendimento ao público no Fórum Municipal, as Águas de S. João deslocalizaram, no entanto, o seu parque operacional, que funcionava anteriormente nas traseiras do Palacete dos Condes.
Com o início da construção do hotel do grupo Meliá naquele emblemático edifício, a empresa municipal teve de procurar nova “casa” para acolher a sua “base de operações”, tendo a escolha recaído num armazém industrial localizado em frente às instalações dos CTT, na zona das Travessas.
A mudança das Águas de S. João para esse espaço arrendado aconteceu no ano passado, tendo sido necessário efetuar a sua adaptação para acolher os serviços em causa e a maioria dos 28 funcionários da empresa municipal.
“Há ainda algumas melhorias a fazer no edifício”, revelou o presidente da Câmara, numa visita que realizou esta semana às referidas instalações e para a qual convidou a imprensa, assegurando que “o edifício já está, de facto, em condições de operacionalidade total”.

“Ano muito importante”

O autarca Jorge Vultos Sequeira, que por inerência de funções é também presidente das Águas de S. João, pretendeu com esta deslocação ao novo parque operacional da empresa municipal dar a conhecê-lo à população, assim como mostrar alguns investimentos concretizados, no ano passado, na área da eficiência energética.
O autarca considera que 2023 foi “um ano muito importante para a empresa municipal”, quer pela mudança de instalações do seu parque operacional, quer pela aquisição de equipamentos, entre os quais os painéis solares instalados na Estação de Tratamento de Água dos Ribeiros, assim como um conjunto de veículos, a maioria elétricos, que foram apresentados no decorrer da visita desta semana.
Nesse lote de novos investimentos, que ascendem a mais de 126 mil euros, está incluída a aquisição de viaturas elétricas, de uma mini-grua e de um equipamento de desobstrução e limpeza de coletores, o que vem “melhorar a operação e a segurança dos trabalhadores”, como referiu o presidente da autarquia, que foi acompanhado nesta visita por Daniel Matias, diretor geral das Águas de S. João.

Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa n.º 3983, de 11 de abril de 2024, ou no formato digital, subscrevendo a assinatura em https://oregional.pt/assinaturas/
113 Recomendações
207 visualizações
bookmark icon