Sociedade

Cidade escolhida para acolher encontro de estudantes da Ilha do Maio

• Favoritos: 75


O Presidente da República de Cabo Verde, José Maria Neves, e o Presidente da Câmara de S. João da Madeira, intervieram no evento, que contou com intervenções musicais de artistas daquele país africano de língua oficial portuguesa

A cidade de S. João da Madeira foi escolhida pela Associação Maense em Portugal para a realização de mais um encontro de estudantes da ilha cabo-verdiana do Maio que se encontram a fazer a sua formação no nosso país. O evento decorreu no último fim de semana e teve como um dos pontos altos uma sessão que decorreu na tarde de sábado nos Paços da Cultura.
O Presidente da República de Cabo Verde, José Maria Neves, em visita ao Município de S. João da Madeira, esteve presente nessa sessão inserida na 12.º edição do Encontro de Estudantes Maienses em Portugal, a segunda a ter lugar na nossa cidade. O Chefe de Estado daquele país africano deu assim continuidade ao programa da sua visita, que  tivera início com uma receção solene no Salão Nobre do Fórum Municipal.
José Maria Neves aproveitou o momento para dirigir palavras de incentivo aos estudantes maienses em Portugal, desafiando-os a vencerem adversidades e a empenharem-se na sua formação para “elevar o nível” da sua participação “no processo de transformação de Cabo Verde”, mesmo que o façam à distância, o que hoje é possível, graças à tecnologia.
“Imaginem se nós pudermos mobilizar todas as nossas competências, todas as nossas capacidades na diáspora, e pô-las ao serviço de Cabo Verde? O salto que nós vamos dar!”, enfatizou o Chefe de Estado cabo-verdiano, dirigindo-se aos muitos estudantes maienses presentes. “Temos que sonhar, ultrapassar os obstáculos e tentar fazer o nosso melhor”, insistiu, numa intervenção muito aplaudida.

Atuações musicais cabo-verdianas

Quem também discursou nesta sessão, que antecedeu a realização da “A Importância da Rede Associativa para o Sucesso Académico”, foi o presidente da Câmara de S. João da Madeira, que começou por agradecer as performances musicais cabo-verdianas a que teve a oportunidade de assistir nos Paços da Cultura, nomeadamente as “magníficas atuações” das Batucadeiras Ramedi di Terra e da artista Mathilde Silva.
Convidando os estudantes cabo-verdianos que se reuniram nos Paços da Cultura a voltarem para aprofundar o conhecimento que levam da cidade, o autarca sanjoanense revelou ter já visitado a Ilha do Maio, confessando ter ficado “absolutamente rendido e esmagado” pela “beleza única e inigualável” desse município com o qual S. João da Madeira está geminado desde 1996.

Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa n.º 3989, de 22 de maio de 2024 ou no formato digital, subscrevendo a assinatura em https://oregional.pt/assinaturas/
75 Recomendações
84 visualizações
bookmark icon