Sociedade

Candidaturas abertas a programa de aceleração de “startups” circulares

• Favoritos: 24


Iniciativa decorre no âmbito de projeto StartUp Zero promovido por consórcio do qual faz parte a Sanjotec-Parque de Ciência e Tecnologia de S. João da Madeira.

A SANJOTEC-Parque de Ciência e Tecnologia de S. João da Madeira integra um consórcio de entidades do Sistema de Empreendedorismo Nacional, o Projeto StartUp Zero, em co-promoção com a BLC3, CECOLAB, TAGUSVALLEY e Sines Tecnopolo, cofinanciado pelo Compete 2020, através do Fundo Social Europeu.
No âmbito deste projeto, é agora lançado o Programa de Aceleração de Startups Circulares, que terá a duração aproximada de 3 meses, dividido em sessões que contemplam ações de capacitação, entre as quais formação e mentoria especializada ao longo de todo o programa, provas de conceito e Business Developers, bem como vouchers de consultoria de apoio ao desenvolvimento da ideia de negócio e viagens de imersão a países com elevado reconhecimento em Economia Circular.
O objetivo deste programa é promover a inovação e o empreendedorismo em Portugal, através da dinamização de modelos de negócio assentes na desmaterialização, reutilização, reciclagem e recuperação de materiais.
Pretende-se, assim, dar resposta às necessidades crescentes para uma transição para a Economia Circular nos seguintes eixos: Floresta e Vegetação Natural; Agroalimentar; Mar; Indústria Transformadora; Metabolismos Urbanos; Serviços; Recursos Naturais; Energia.
A este programa – com um valor global mais de 230 mil euros em prémios e apoios - podem candidatar-se pessoas singulares de qualquer nacionalidade, concorrendo individualmente ou em equipa (máximo de 4 elementos) e que tenham um projeto inovador no setor da Economia Circular, não sendo elegíveis candidaturas com empresa constituída.
O período de candidaturas decorre até ao próximo dia 15 de fevereiro no website https://startupzero.pt/empreendedorismo-economia-circular/.

 

24 Recomendações
259 visualizações
bookmark icon