Sociedade

Associação Juntos & Livres luta por um espaço de assistência a animais de rua

• Favoritos: 71


A Associação Juntos & Livres é uma organização voltada para a causa animal, comprometida em melhorar a vida dos gatos e cães de rua em S. João da Madeira

A associação já tem desenvolvido um trabalho voluntário, especialmente com colónias de gatos, esterilizando-os numa clínica que tem protocolo com a Câmara Municipal de S. João da Madeira. No entanto, devido à falta de um espaço adequado, a associação enfrenta um “desafio urgente, a falta de um espaço adequado para cuidar dos animais”, conforme confessou Joana Pinto, presidente da Associação Juntos & Livres.
A entidade, que atualmente não possui uma sede própria, tem vindo a procurar uma solução para a crescente população de animais desabrigados da região e apela à comunidade para auxílio nesse esforço humanitário.
A associação atua principalmente no cuidado de colónias de gatos na cidade, encarregando-se de levar esses animais para esterilização em clínicas com protocolos municipais. No entanto, “o problema surge após a esterilização, já que a falta de espaços disponíveis torna difícil encontrar abrigos ou famílias adotivas para estes animais”, segundo Leila Leão, vice-presidente da associação, resultando numa superpopulação de gatos de rua.
“O número de gatos de rua está a aumentar, e a situação é alarmante”, afirma Leila Leão. “Sujeitos a atropelamentos, fome e doenças, muitos deles não recebem a ajuda de que precisam. A Câmara Municipal não tem uma resposta adequada para esta situação, e é por isso que pedimos ajuda para conseguir um espaço onde possamos trabalhar com estes animais.”
A associação revelou ter submetido candidatura para orçamento participativo da Junta de Freguesia, na esperança de obter apoio financeiro para um espaço dedicado ao cuidado de animais sem-abrigo. No entanto, o projeto não foi aprovado, aumentando a pressão para encontrar soluções alternativas.
“Queremos criar um espaço onde possamos cuidar de gatos e cães doentes, grávidas e bebés, além de encontrar adotantes responsáveis por eles”, explicou Joana Pinto, presidente da Associação. A entidade está neste momento “a trabalhar para desenvolver serviços de pet-sitting e dog-walking como uma forma de angariar fundos para cobrir as despesas relacionadas” aos animais que cuidam.
Composta por nove membros, com Joana Pinto e Leila Leão liderando os esforços, a presidente e a vice-presidente da Associação Juntos & Livres explicaram que a paixão por animais e a preocupação com a situação dos gatos de rua as levaram a fundar a associação, apontando para a “necessidade de comedouros e bebedouros públicos como um investimento importante, facilitando o fornecimento regular de alimentos e água para os animais de rua”, especialmente em condições climáticas adversas.
A Associação Juntos & Livres de S. João da Madeira apelou à comunidade e às autoridades locais para reconhecerem a importância da sua missão e auxiliarem no apoio necessário para continuar a cuidar dos animais de rua e abandonados na cidade.

71 Recomendações
266 visualizações
bookmark icon