Segundo empate caseiro do Macieirense

Segundo empate caseiro do Macieirense

Macieirense, 1 – Esmoriz, 1

Campo do Viso em Macieira de Sarnes

Árbitro: António Gomes auxiliado por Paulo Peixoto e Bruno Moreira

Macieirense: Resende, Rosas, Xavi, Gustavo, Mendes, Lima, Marcelo, Abel, Cris (João 68’), Vilar (Steeve 90+1’) e Talhas (Gomes 75’)
Treinador: Borges

Esmoriz: Renato, Daniel, Diogo, Xavi (Rui 64’), João Carvalho (Ricardo 81’), Dinis (José Carlos 70’), Jean, Daniel Pinto, Daniel Pereira, Breno e Yan
Treinador: Sérgio Machado

Disciplina: cartão amarelo para Vilar (64’), Rui (73’), Xavi (73’ e 90+2’), Mendes (74’ e 74’), José Carlos (79’) e Breno (86’); cartão vermelho para Mendes (74’, a.a.) e Xavi (90+2’, a.a.)
Marcadores: Lima (54’) e Diogo (73’)

No Campo do Viso, o Macieirense e o Esmoriz dividiram os pontos, num encontro que teve emoção até final.
A partida teve um início eletrizante, com uma oportunidade para cada lado. Logo na jogada inicial, Yan não chegou para o desvio e, na resposta, Talhas, após cruzamento de Cris, cabeceou ao lado do alvo.
Aos 12 minutos, Marcelo cobrou um livre, porém, Talhas voltou a não acertar com a baliza forasteira e, pouco depois, Cris rematou para defesa de Renato. Na sequência do canto, Lima atirou para um corte providencial de Diogo, que evitou males maiores.
Depois de 20 minutos com um ritmo alto e com sinal mais para o Macieirense, o encontro entrou numa fase de maior equilíbrio e, apenas perto do intervalo, surgiu um novo lance de perigo, desta vez, para o Esmoriz, com Jean a rematar ao lado da baliza de Resende.
A segunda parte começou, praticamente, com o 1-0 para a formação orientada por Borges, num lance em que Cris assistiu Lima para um golo de belo efeito.
Os visitantes sentiram o golo sofrido mas, aos poucos, foram subindo no terreno e ameaçaram num remate de Diogo, que ainda acertou no travessão.
No entanto, à entrada para o último quarto de hora, o Esmoriz chegou à igualdade por intermédio de Diogo, porém, este golo foi precedido de uma falta que não foi assinalada pelo árbitro.
Em virtude dos protestos, Mendes acabou por ser expulso, deixando os locais a jogar em inferioridade numérica.
Mesmo perante esta contrariedade, o Macieirense procurou novamente o golo e Gustavo, na área, atirou perto da trave.
Em período de compensação, o árbitro deu ordem de expulsão também a Xavi, num lance em que mostrou um excesso de rigor, face a uma falta cometida a meio campo.
Principalmente devido ao que fez na etapa inicial, este resultado é injusto para a equipa de Macieira de Sarnes, que lutou até final pela vitória e não se contentou apenas com o empate.

Paulo Rui

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  Subscribe  
Notify of