Sanjoanense vence Gafanha

Sanjoanense vence Gafanha

Sanjoanense, 2 – Gafanha, 0

Estádio Conde Dias Garcia
Árbitro: Pedro Campos da AF Porto

ADS: Fábio Santos, Cauê, Vitor Bastos, Ken, Florentino (Castro 74), Syzyi, Júlio (c), Rafa, Kay Kay, Gazela (Bilu 63) e Ká Semedo (Martin74)
Treinador: Flávio das Neves

Gafanha: Palha, Bruno, Mango, David Lopes, Pape (Tavares 84’), Christian, De Niese (C), Igor (Ladeira 78’), Lane (Max 68’), Simão e Vasco
Treinador: Paulo Matos

Acção disciplinar: Cartão amarelo para Júlio, Rafa, Mango, David e Pape. Cartão vermelho para Syzyi e Christian
Marcadores: Rafa e Kay Kay

Sanjoanense regressa aos triunfos e encurta a distância para os primeiros lugares.
Sofrida, intensa e muito saborosa. Assim se caracteriza a vitória da Sanjoanense diante do Gafanha, em jogo da 27.ª jornada da Série B do Campeonato de Portugal.
Depois do desaire em Coimbrões, os comandados de Flávio das Neves sabiam da importância do dérbi aveirense para o cumprir dos objetivos estabelecidos e foi sem surpresa que desde cedo assumiram as rédeas do encontro.
Mais eficaz na circulação e a controlar os vários momentos do jogo, a formação alvinegra ocupou o seu meio-campo ofensivo durante os primeiros 45 minutos, mas, numa fase inicial, revelou pouco acerto na ligação entre sectores. As oportunidades claras eram escassas, mas a Sanjoanense mandava e melhor ficou quando, perto do intervalo, Christian recebeu ordem de expulsão, depois de entrada muito imprudente sobre Syszi.
Ao intervalo, o nulo castigava a formação de São João da Madeira, que, logo no início da etapa complementar, sofreu um revés, quando Syszi, na sequência, também, de um movimento mal calculado, viu vermelho direto.
Ainda assim, a resposta da Sanjoanense foi muito positiva. A pressão manteve-se forte e eram os alvinegros que chegavam com perigo ao último terço, deixando antever um final de tarde positivo, ainda que com algum sofrimento à mistura.
Tanto que foi preciso esperar até aos dez minutos finais para que se vissem golos.
Martin, que entrara pouco antes, recebeu a bola pela direita, insistiu, serviu Kay Kay e o sul-africano colocou a bola no pé esquerdo de Rafa, que abriu o ativo.
Em vantagem, a Sanjoanense continuou a mandar no jogo e foi na compensação que o sentenciou. Kay Kay recebeu a bola em posição privilegiada, galgou dezenas de metros e, perante Pedro Palha, atirou para o 2-0 final.
O triunfo permite a aproximação aos lugares cimeiros, beneficiando dos empates de Gondomar e Lusitânia de Lourosa.
Na próxima jornada, a Sanjoanense defronta o vizinho Cesarense, no Estádio do Mergulhão, em Cesar.

António Santos

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  Subscribe  
Notify of