Sanjoanense sagra-se campeã distrital

Sanjoanense sagra-se campeã distrital

Sub16 Feminino – Fase Final Distrital
Quando começou a época, definimos entre o grupo de trabalho que iríamos “lutar” em todos os treinos e jogos para sermos cada vez melhores, cientes das dificuldades, do mercado de Verão muito ativo da equipa, que acabou por ser considerado a principal candidato ao ceptro distrital, antes mesmo de começar o campeonato. Acho que foi mais um fator determinante no nosso empenho diário, demonstrar que o “teoricamente” mais forte, “teoricamente” já campeão, para nós, só deu mais alento para se treinar ainda mais e melhor.
Estas miúdas são de facto especiais, pelo empenho e a forma séria com que abordam o treino, no acreditar nas ideias dos treinadores e a maneira como defendem o símbolo que envergam ao peito.
Entrámos na competição muito focados, motivados e principalmente muito serenos, sem obrigação de nada, mas com a ambição de tudo. Não havia melhor forma de começar esta fase final do que com uma vitória convincente, empolgante e cheia de raça: ADS, 62 – Ovarense, 46.
No segundo dia, sabíamos que íamos ter dificuldades, mas estávamos super preparados para esse desafio e, com uma defesa bastante sólida e um jogo muito inteligente, ganhámos novamente: ADS, 48 – Esgueira/Púcaro, 38.
Chegámos ao último dia invictos, tal como o nosso adversário, o Galitos A/Knock Out o que se tornou uma verdadeira final, pois o vencedor desse jogo ditaria o novo campeão distrital.

A alegria na conquista da Taça

Estávamos na final que tanto ambicionávamos, depois de tantas horas de treino, sacrifícios, limitações, obstáculos, dificuldades e sabíamos que só tínhamos obrigação de dar tudo por tudo em todos os lances da partida e… SONHAR.
Assim foi, com uma postura serena, um jogo inteligente, espírito de equipa, garra e com uma vontade enorme de ganhar, perante uma bancada completamente “lotada”, estas “pequenas” grandes atletas entraram para a história do Clube (ADS 55 – Galitos A/Knock Out, 54), sagrando-se assim CAMPEÕES DISTRITAIS num jogo com emoção até ao ultimo segundo.
Agradecer aos meus pais e ao meu irmão pela importância que têm na minha vida, a todos os amantes da modalidade que estiveram presentes no Pavilhão, aos pais fantásticos destas brilhantes atletas, a toda a Direcção do Basquetebol ADS, aos atletas dos outros escalões, que apoiaram como se não houvesse amanhã, aos colegas treinadores, à fisioterapeuta Silvana, importante na recuperação das atletas durante a época, à Mónica Almeida pelo empréstimo da “oficina”, não só na preparação dos jogos, como a deliciosa comida, ao Tiago Bastos pelo empenho, ajuda e dedicação, ao Jorge Leão pela pessoa que é e pelos valores que transmite às miúdas, à Margarida Resende, a seccionista incansável, não só na sua tarefa, que a desempenha muito bem e ainda por cima atura as minhas “loucuras” para sermos cada vez melhores.

O pavilhão estava repleto de adeptos

Ao Luís Costa pela ajuda importante que ele sabe qual foi, à Rogéria Rocha pela ajuda na prevenção e recuperação das miúdas nesta fase final e durante a época, ao presidente do clube, que fez questão de demonstrar o seu orgulho neste trajeto, mesmo antes da fase final começar, à Beatriz Reis, que esta lesionada há algum tempo mas teve um papel importantíssimo, à nossa capitã de equipa, Ana Azevedo, que infelizmente não pôde contribuir nesta época (rotura de ligamentos), mas teve um papel FUNDAMENTAL e queria ganhar mais do que nós todos juntos e, por ultimo, não menos importante, antes pelo contrário, ao gigante Raúl Almeida, o nosso técnico de equipamentos, que fez do “nosso” balneário uma verdadeira “suite”, é uma pessoa de uns valores enormes e já é considerado o nosso “amuleto” da sorte.
Quando toda a gente rema para o mesmo lado acaba por ser tudo mais fácil e sentido.
Agradecimento especial à Pastelaria Crispauno e Mina da Estação pelos lanches fornecidos.

As campeãs: Ana Azevedo, Beatriz Reis, Marta Costa, Laura Macedo, Rita Morgado, Ana Vieira, Rita Vivas, Inês Martins, Daniela Gonçalves, Maria Carvalho, Iris Ferreira, Diana Pinho, Sofia Resende, Joana Costa, Joana Resende e Inês Resende
Treinador: Frederic Pina
Seccionista: Margarida Resende
Treinador Adjunto: Tiago Bastos

“O ÚNICO LUGAR ONDE O SUCESSO VEM ANTES DO TRABALHO É NO DICIONÁRIO”

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  Subscribe  
Notify of