Sanjoanense de excelência tombou o gigante

Sanjoanense de excelência tombou o gigante

Sanjoanense, 5 – Valongo, 3
Pavilhão dos Desportos da ADS

Sanjoanense: Tiago Rodrigues, Pedro Cerqueira, Xavier Cardoso, Alex Mount e José Almeida
Suplentes: Marco Lopes (C), Pedro Rego, João Cruz, Duarte Terra e Tiago Almeida
Treinador: Vítor Pereira

Valongo: Leonardo Pais, Nuno Araújo, Pedro Mendes, Gonçalo Pinto e Diogo Fernandes
Suplentes: Bernardo Mendes, Gonçalo Neto, Carlos Ramos, Luís Melo e Rúben Pereira
Treinador: Miguel Viterbo

Golos: José Almeida (12’, 31’, 37’ e 49’48), Carlos Ramos (14’ e 48’), Tiago Almeida (20’) e Rúben Pereira (47’)
Disciplina: cartão azul para Gonçalo Pinto (49’ e 34’)
Faltas: 5-8

A Força Negra vibrou com os seus jogadores

Era um duelo entre uma equipa de segunda e outra de primeira, mas no rinque não houve diferenças e uma Sanjoanense de excelência, do melhor que se viu esta temporada, eliminou o Valongo da Taça de Portugal e garantiu a qualificação para os oitavos de final da prova. É bom recordar que este Valongo havia sido finalista vencido da competição na época passada e foi campeão nacional em 2013/14, o que diz bem da valia do oponente que os alvinegros tombaram.
Com um pavilhão praticamente cheio e com dois conjuntos a jogarem o jogo pelo jogo, a tarde no Caldeirão foi um hino ao hóquei em patins, que sorriu com toda a justiça aos locais.
José Almeida (12’), começou a dar cor à tarde de festa, adiantando a Sanjoanense, só que, pouco depois, Carlos Ramos empatou. No entanto, Tiago Almeida, com um remate à meia-volta, devolveu essa vantagem aos locais, que se manteve até ao intervalo, embora Nuno Araújo tenha desperdiçado uma grande penalidade a dois segundos do descanso.
O 2.º tempo foi de José Almeida. O avançado sanjoanense chegou ao hat-trick com os golos apontados aos 31’ e 37’, colocando o placard num desnivelado 4-1, mas o Valongo voltou à partida, primeiro numa grande penalidade (algo forçada), que Rúben Pereira converteu e, de seguida, por Carlos Ramos, na sequência de um contra-ataque onde, na área contrária, tinha ficado por marcar um penálti a favor da Sanjoanense.
Contudo, os alvinegros não desmoronaram, mantiveram a inteligência tática e sentenciaram a partida, a jogar em powerplay, com José Almeida a completar o póquer.
A Sanjoanense volta ao campeonato na próxima semana com uma difícil deslocação ao HA Cambra, 3.º classificado. O encontro começa às 18h00.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  Subscribe  
Notify of