Política

“Isto já não vai lá com indignação”

• Favoritos: 41


A Coligação PSD/CDS sinalizou que os horários do lote 5 da UNIR continuam por publicar e pediu ação da autarquia.

Mais de três meses depois do arranque da nova rede de transportes da Área Metropolitana do Porto (AMP) - a UNIR -, o lote que engloba S. João da Madeira, Santa Maria da Feira, Arouca, Vale de Cambra e Oliveira de Azeméis continua sem ter horários publicados. Isso mesmo sinalizou o vereador da Coligação A Melhor Cidade do País na reunião camarária desta segunda-feira, questionando Jorge Sequeira. “Enquanto vice-presidente da AMP, o que é que fez? O que é que está a fazer e porque é que isto nunca mais de resolve?”. Tiago Correia evidenciou que “a coisa mais básica” num serviço de transportes - os horários - continuam por publicar. “É uma situação extremamente lamentável, desagradá­vel, e acho que isto já não vai lá com a indigna­ção do Sr. Presidente de Câmara, do Sr Vice-Presidente. A Câmara tem de fazer algo”, instou o vereador, afirmando que, em última medida, a autarquia deve publicar os horários “pelo menos dos autocarros que saem de S. João da Madeira para as pessoas saberem como é que podem fazer”.

“Há uma grande inoperância da empresa”

O presidente da autarquia, Jorge Sequeira, deu “razão” a Tiago Correia, apontando que “há uma grave inoperância da empresa”, a Xerbus que venceu o lote 5. O edil apontou que têm sido vários os contactos e reuniões com a empresa e a AMP. “A empresa, a cada reunião, diz que vai completar os horários e fornecer os horários que cruzam as linhas de diversos municípios, mas não há justificação nenhuma para que, ao fim de três meses, o lote que abrange S. João da Madeira, Oliveira de Azeméis, Vale de Cambra, Arouca e Santa Maria da Feira não tenha os horários publicados”, lamentou. Perante uma situação “inqualificável” e “inconcebível” Jorge Sequeira afirmou que a autarquia vai “exigir à AMP que seja feita uma interpretação judicial para resolver o problema”. O edil sinalizou também que o anterior diretor geral saiu da empresa e o que novo ainda não está a tempo inteiro. Acrescentou também que há carreiras “estão a funcionar já com normalidade, designadamente a carreira de S. João da Madeira para Campanhã, que tem sido um êxito”.
O vice-presidente da autarquia quis destacar uma reunião entre os cinco municípios, a AMP e o operador, ocorrida na passada sexta-feira. “Foi uma reunião dura, dura com o operador por parte dos municípios, por parte da AMP e onde exigimos que fossem cumpridos os mínimos e o esperado para que o serviço respondesse, nomeadamente os horários”, declarou. José Nuno Vieira reforçou que o problema afeta cinco municípios, que estão “empenhados em dar a volta a situação”.

Já é possível adquirir Andante no Fórum Municipal
Adquirir ou carregar o Andante no Fórum Municipal já é possível, anunciou o presidente da Câmara. Jorge Sequeira realçou que isto acontece após um processo de formação no Porto de funcionários da autarquia e depois de “resolvidas todas as questões de índole tecnológico e burocrático”. O vereador Tiago Correia indagou se há previsão para a abertura da antiga loja da Transdev, localizada no Centro Coordenador de Transportes, pelo novo operador. Jorge Sequeira respondeu que, para já, a autarquia garante o serviço no seu balcão, um local “profundamente acessível”. Tiago Correia voltou a intervir para questionar se a loja estava prevista no caderno de encargos, o presidente do município respondeu que não, mas esclareceu que há já um contrato com a Xerbus nesse sentido. “Como sabe, a empresa não está a dar resposta. Se tudo tivesse decorrido com normalidade, no dia do arranque a empresa teria colocado uma pessoa para resolver este assunto. Isso não aconteceu”, explicou o edil, daí a autarquia disponibilizar o serviço no Fórum Municipal.

41 Recomendações
139 visualizações
bookmark icon