Pedro Nuno Santos pode ser promovido a ministro

Pedro Nuno Santos pode ser promovido a ministro

A saída de Pedro Marques, para cabeça de lista do PS para as eleições europeias, obriga o primeiro-ministro António Costa a mexidas no Governo. Nada está ainda fechado, mas o sanjoanense Pedro Nuno Santos, Secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, pode vir a ser promovido a ministro.

A notícia foi avançada na passada semana por vários meios de comunicação social e confirmada pel’O Regional’. O sanjoanense Pedro Nuno Santos, secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, pode ser “promovido” a ministro para assumir, provavelmente, o lugar do ministro Pedro Marques, atual titular da pasta do Planeamento e das Infra-estruturas, uma vez que está de saída do Governo, rumo ao Parlamento Europeu, cujas eleições se realizam a 26 de Maio.
Esta saída provoca alguns ajustes na composição do executivo. Segundo apurámos junto de fonte próxima do Partido Socialista, esta decisão ainda não é certa, mas tudo indica que António Costa já terá “trocado ideias, recentemente”, com Pedro Nuno Santos, de 42 anos, figura essencial na articulação entre o PS e os restantes partidos da “geringonça”, relativamente ao assunto.
Com a saída de Pedro Marques, caem assim os seus dois secretários de Estado: Nélson de Souza (Desenvolvimento e Coesão); e Guilherme d’Oliveira Martins (Infra-estruturas), que podem, segundo a mesma fonte, vir mesmo a reingressar no Governo.

Pedro Nuno não comenta

No seu habitual comentário da SIC, o comentador Luís Marques Mendes avançou que o nome do sanjoanense pode não ser o único nome em cima da mesa, neste momento: «Maria Manuela Leitão Marques, que tutela a pasta da Presidência e da Modernização Administrativa, também é uma possibilidade».
Na lista dos deputados para as europeias, Francisco Assis deverá ficar fora, segundo o comentador: «É pena porque tem pensamento europeu estruturado».
O comentador disse, na sua intervenção no passado domingo, que, com a saída de Pedro Marques, o Ministério vai ficar dividido, e isso implica alterações no Executivo. Assim, garantiu que a parte das Infraestruturas ficará com Pedro Nuno Santos, “que vai receber a área da mobilidade urbana. Vai ser um super-ministro. É uma promoção enorme para Pedro Nuno Santos, que fica com um poder gigantesco no país”, disse o comentador.
A confirmação oficial destas mudanças deverá acontecer depois da convenção europeia do PS, no próximo sábado, dia 16 de Fevereiro, em Gaia. Nessa altura, o primeiro-ministro deverá confirmar as suas escolhas para a lista do partido às eleições europeias e deverá anunciar também as mudanças no executivo.
Questionado por ‘O Regional’ sobre a possibilidade de mudar agora de funções no governo, Pedro Nuno Santos disse, apenas: “não comento”.

António Gomes Costa

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
trackback

[…] europeias, confirmando-se assim a possibilidade que ‘O Regional’ já havia avançado na edição da passada semana. A tomada de posse está marcada para esta segunda-feira, 18 de Fevereiro, às 15h00, no Palácio […]

José Reis
Visitante
José Reis

O rapaz vai longe. Oxalá!