Parques municipais e cemitérios reabertos

Parques municipais e cemitérios reabertos

Os parques municipais e os cemitérios foram reabertos na segunda-feira, mas mantêm-se limitações na sua utilização. A Autarquia garante que fará fiscalização e que voltará atrás na medida caso as regras não estejam a ser cumpridas. Os parques infantis continuam fechados.

Com as medidas de desconfinamento do país, chegou também a reabertura dos parques municipais e dos cemitérios em S. João da Madeira. “No sábado, foram proferidos dois despachos respeitantes aos parques municipais e cemitérios. Depois de ouvida a subcomissão de Proteção Civil, foi determinada a sua reabertura”, adianta o presidente da Câmara Municipal, Jorge Vultos Sequeira.
Os cemitérios foram reabertos no dia 4. “As pessoas podem voltar a visitar as sepulturas, mantendo uma distância de dois metros”, explica o autarca, que sublinha que o “acesso ao interior das casas mortuárias implica a utiização de máscara e a sua utilização está limitada a cinco pessoas em simultâneo”. Para além disso, esclarece, “a participação em cerimónias religiosas ou fúnebras está limitada a um máximo de dez pessoas”, que terão que manter a distância de segurança.
Os parques do Rio Ul, Ferreira de Castro e Nossa Senhora dos Milagres também já estão abertos ao público, mas há igualmente um conjunto de regras a cumprir. “Destinam-se apenas à prática de atividade física de carácter individual e à fruição de momentos ao ar livre de curta duração. Em sintonia com as regras estabelecidas na declaração de calamidade pública em Portugal”, explica o presidente da Autarquia, que acrescenta que as instalações sanitárias do parque do Rio Ul continuarão fechadas. As regras, garante Sequeira, “serão objeto de fiscalização”.
Mantêm-se encerrados os parques infantis, equipamentos de recreio para crianças e os equipamentos geriátricos – popularmente conhecidos como ginásios ao ar livre – para a prática desportiva. “Porque implicam o contacto com superfícies, continuarão vedados”, justifica. O edil pede aos sanjoanenses que “cumpram as regras de distanciamento social, para que não haja aglomerações de pessoas nos parques”, até porque, avisa, não sendo respeitadas, a Câmara voltará a encerrá-los.
No que respeita ao Mercado Municipal, o terceiro piso continuará fechado e as entradas limitadas. A lotação é de 89 pessoas em simultâneo.

Apoio continua
Com as medidas de desconfinamento, a Autarquia continua a disponibilizar aos profissionais na linha da frente de combate à Covid-19 quartos das residências artísticas da Oliva Creative Factory para ficarem, tanto por uma questão de proximidade, como para evitar o contágio dos familiares. “A Oliva neste momento é ocupada por seis pessoas, profissionais de saúde e da Proteção Civil. São pessoas que não querem pernoitar nas suas habitações junto das suas famílias”.
Paralelamente, o Município mantém a limpeza e higienização diária dos espaços públicos, que está a ser levada a cabo por equipas da Câmara e da empresa SUMA. Continua também aberta uma cantina gerida pelo Município na Escola Básica Conde Dias Garcia, “para garantir a alimentação a alunos carenciados”, que não têm ainda aulas presenciais. Está a fornecer 60 refeições por dia. “Temos ainda uma escola primária para acolher filhos de profissionais de saúde. Mas até ao momento não houve nenhum pedido nesse sentido”, diz Jorge Sequeira.
Desde o início da pandemia, a divisão de Educação da Câmara já fez 1368 contactos telefónicos e a divisão do Desporto contabilizou 1053. No que toca à Ação Social, registaram-se 481 contactos e 128 entregas ao domicílio até hoje. “Queremos estar perto da população, identificar sinais de isolamento ou perigo”, refere o edil, que sublinha que, em 14 dias, houve apenas uma variação de três casos no concelho, que conta atualmente com 67 infetados confirmados. “Há uma estabilização da situação, estamos no planalto em S. João da Madeira, mas isto não nos deve tranquilizar. E não deve levar-nos a reduzir as regras de segurança para evitar a disseminação da doença”, conclui.

Catarina Silva

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.