Opinião

Inspiração...

• Favoritos: 51


Imaginação, criatividade, fugir sem correr. Só caminhar! Escrever sem dizer nada! Fazer um desenho, sem jeito nenhum, chamar-lhe arte, a minha arte. Fugir da questão mental sem chegar a chamar-lhe problema. Teria de recorrer à psiquiatria sem comparticipação, o quanto caro ficava! E as pastilhas? O que seria dos laboratórios? Fiquei a saber, bem, se calhar já sabia, por estes dias, através de amigos que viveram o problema, de que a cannabis ajuda na cura de alguns cancros. Porquê o medo de falarmos? Deve ser culpa de ter crescido na ditadura, ter sido obrigado a ir defender a pátria... Também fiquei a saber de que há combatentes de primeira e de segunda e, talvez de terceira, sei lá!
Agora, doí-me olhar para a televisão e ouvir notícias. Doí, doí mesmo... Dá ideia de que o mundo está todo do avesso. Estão todos às cabeçadas uns aos outros. Ainda os suporto uns segundos, na esperança de que algo de bom apareça, mas nada! Um pequeno exemplo, os nossos representantes políticos na Europa andaram por aqui mais de quinze dias a atacarem-se uns aos outros... Seria pedir muito que agora dessem as mãos e defendessem o nosso país?! Que lírico que eu sou! Haverá algo melhor do que aqueles momentos em que nos cruzamos com os nossos amigos, nos cumprimentamos, abraçamos, trocamos ideias. Como é tão bom, meu amor! Abraçar-te e dizer que te amo!
Nas músicas, quem se recorda de Cat Stevens, ou então de King Crimson – Epitaph.
Nos livros, “Portugal hoje, Medo de existir”, de José Gil
O medo é um projeto!

51 Recomendações
76 visualizações
bookmark icon