Opinião

Estatísticas...

• Favoritos: 21


É daquelas coisas silenciosas com que vivemos todos os dias. Dá ideia de que nada nos afecta, mas o facto é que elas estão sempre presentes: as estatísticas!
Se estamos a beber um bom maduro, estatisticamente algo nos vai dizer que a nível mundial os portugueses são dos que mais bebem... O problema é que o resto do mundo não conhece os nossos vinhos! Se estamos a ver a nossa equipa a jogar e perde, quando vemos a estatística algo nos vai dizer que até obtivemos uma vitória moral. O problema é que a vitória moral dá algum ânimo ao adepto, mas para a equipa não vai adiantar nada...
Estes são exemplos do dia a dia, banais. Mas se estivermos atentos quando vimos notícias quase todas elas nos dão exemplos de como as estatísticas estão a funcionar. Estatística... presente em cursos superiores, e não só, onde se pretende que se desenvolvam capacidades de análise de dados, a capacidade de raciocínio e... na resolução de problemas! Espero até que, em termos estatísticos, este tempo que tivemos os miúdos fechados em casa, não os venha a afectar mentalmente no futuro.
Um dos aspectos positivos que as estatísticas têm é o que acontece quando há eleições. Todos os partidos que vão a votos e perdem é puro engano nosso, pois estatisticamente esses partidos também ganham... em algum aspecto!
Esta semana houve duas notícias que me puseram a pensar, só não as consigo encaixar em termos estatísticos: um raio matou sessenta cabras a um pastor, este acontecimento gerou um movimento de solidariedade, acho justo. Em Cabo Delgado, Moçambique, depois dos ataques de uns terroristas duzentas e cinquenta crianças ficaram órfãs, fiquei à espera da solidariedade, não aconteceu nada... ainda vamos a tempo.
Para acabar, e também para as estatísticas... Um indivíduo pergunta ao amigo:
- Quantas vezes fazes amor? Responde o amigo: - Uma. - Uma? Uma por dia? – Não. – Por semana? – Não! – Por mês? – Não! – Por ano? – Não! – Então? – Só nos anos bissextos!!! Rir ainda é o melhor remédio.
Nos livros, para esta semana e a propósito de alguns acontecimentos: “Um socialista insociável”, de Bernard Shaw. Na música, uma viagem até Cuba com Compay Segundo.
Desconfinem devagar...

21 Recomendações
11 visualizações
bookmark icon