Opinião

Com S. João, vamos com alegria!

• Favoritos: 17


As festas de S. João Batista, padroeiro de S. João da Madeira, são um acontecimento particularmente importante da nossa vida paroquial.
1. As festas do Padroeiro concluem todo um ano de vida e atividade pastoral. Em cada ano, o nosso lema procura comungar com o programa diocesano. Em 2023-2024, a diocese propôs a todas as paróquias que a Jornada Mundial da Juventude fosse continuada em cada comunidade, com o protagonismo dos jovens: este é sempre um grande desafio para todos. E a nossa paróquia assumiu caminhar na alegria, juntos por um caminho novo: o caminho da sinodalidade e da renovação. Vamos com alegria!
2. Este ano, a comunidade recebeu uma comunidade religiosa: as Irmãs Pequeninas do Sacratíssimo Coração de Jesus. A primeira das três religiosas chegou em abril passado e, no dia 14 de junho, duas outras irmãs completaram a comunidade que agora começa a ter presença ativa na nossa paróquia. Até setembro terão tempo para conhecer a nossa vida pastoral e, a partir daí, dela participar. Que seja uma bênção de Deus para todos. Vamos com alegria!
3. A Paróquia de S. João da Madeira acompanha mais de oitocentas crianças e adolescentes na sua caminhada de fé. As promessas de educação na fé, feitas por pais, padrinhos e comunidade, aquando do sacramento do batismo, são assim assumidas efetivamente por todos. As festas de catequese sinalizam a caminhada feita em mais um ano de catequese. Acrescentamos que este ano tivemos duas celebrações de crisma, uma para 22 adultos (alguns a serem agora batizados) e para 36 jovens, que terminaram o seu percurso de catequese. Todos estão de parabéns. Mas não esqueçamos que o caminho da fé não termina: sempre pede novos passos de amadurecimento. Vamos com alegria!
4. Por outro lado, a comunidade paroquial, não quer esquecer os 140 anos de construção da nossa Igreja Matriz. É um dos mais belos, antigos e apreciados monumentos da nossa cidade. Precisamos de valorizar e de celebrar. Assim já começou e continuará a acontecer até ao fim do ano civil. Vamos com alegria!
5. A comunidade paroquial tem acolhido jovens seminaristas, para aqui fazerem o seu estágio pastoral. Assim aconteceu com o José Coelho e o Luís Delindro. O João Azinheira, daqui originário, também foi por nós acompanhado e celebrou ano passado a sua missa nova. Agora, temos entre nós o Adrián Arteaga (natural do Equador), prestes a concluir o seu estágio pastoral. No próximo dia 14 de julho será ordenado sacerdote. Vamos com alegria!
5. A missa nova do Adrián, em S. João da Madeira, será no dia 21 de julho. Nesse mesmo dia, fechamos o ano pastoral com a Festa das Famílias. Convidamos as famílias da comunidade paroquial para a primeira eucaristia do novo sacerdote e também para o convívio paroquial que pretende juntar todas as famílias, no Parque do Rio Ul. Será um dia de festa, intensa e partilhada. Vamos com alegria!
6. Escrevo estas palavras no primeiro dia posterior às Festas da Cidade. Para a paróquia, elas começaram com o Pátio Sanjoanino, iniciativa que visa aproximar paroquianos e grupos paroquiais. Os dias 14 e 15 de junho foram dias cheios de vida. Acresce que o evento permitiu ainda angariar mais de 3500 euros para o projeto Somos Assango, permitindo concluir o pagamento da máquina de produção de blocos que oferecemos à missão que se está a ajudar. Vamos com alegria!
7. Muito mais gostaríamos de assinalar: as sempre centrais festas do Natal e Páscoa, preparadas com profundidade no Advento e Quaresma, respetivamente; a celebração do dia de S. Jorge, com os mais de 4000 escuteiros de toda a diocese do Porto; as procissões de velas em maio; as festas da Senhora dos Milagres, do Corpo de Deus e de Santo António. Vamos com alegria!
8. Por último, uma menção para o Jubileu 2025, que já se coloca no horizonte e que já vai começando a ser preparado. O próprio Papa Francisco pediu que 2024 fosse o ano da oração. E nós estamos empenhados em vivê-lo: a Procissão de S. João teve esse tema desenvolvido pela catequese, os jovens propuseram a Oração de Taizé e outras iniciativas se irão concretizar. Assim, concluímos este ano pastoral. As festas de S. João são um acontecimento, porque aglutinam toda esta ação pastoral. Damos graças a Deus. Vamos com alegria!

Padre Álvaro Rocha

17 Recomendações
50 visualizações
bookmark icon