O elementar sobre as doenças inflamatórias crónicas do intestino (DII)

As principais doenças inflamatórias crónicas do intestino dão pelo nome de Doença de Crohn e Colite Ulcerosa. Na base destas duas doenças, que se assemelham, existe uma anomalia do sistema imunitário (que ajuda habitualmente a combater os microrganismos) que desencadeia uma inflamação no tubo digestivo e noutros órgãos. São doenças autoimunes, o sistema imunitário agride os tecidos do próprio organismo, no caso concreto a mucosa intestinal; são doenças auto-inflamatórias. Uma a dez pessoas em cada dez mil da população mundial sofrerá destas doenças inflamatórias portadoras da doença de Crohn e 2 a 26 da colite ulcerosa. Na maioria dos doentes, a doença surge, pela primeira vez, entre os 15 e os 30 anos e verifica-se uma incidência de 5 a 10 por 100 mil pessoas por ano.
Manifestam-se as DII por: diarreia persistente (sanguinolenta ou não), cólicas abdominais, perda de peso importante, abcesso no abdómen ou em torno do ânus, fistulas (comunicações anormais entre o intestino e a pele), febre, lesões cutâneas e dores articulares. Para se obter um diagnóstico fidedigno da doença é necessário excluir a possibilidade de outras doenças com manifestações parecidas. Como complemento da anamnese obtida pelo médico (queixas, sintomas caraterísticos, por exemplo), os exames endoscópicos (colonoscopia) e radiográficos, bem como os testes laboratoriais confirmam o diagnóstico – a colonoscopia permite observar as alterações típicas da mucosa intestinal que apontam para uma doença inflamatória.
Estas doenças que se manifestam por dores articulares, alterações cutâneas, inflamação ocular, inflamação bucal, inflamação das vias hepáticas e biliares têm causas que continuam por determinar, embora se admitam a existência de fatores que estão na origem da doença. Um defeito na regulação do sistema imunitário parece ser responsável pelo processo de inflamação crónica.
Todo aquele que entenda saber mais e consultar a APDI, a associação representativa destes doentes e que tem o seu endereço na Avenida Rodrigues Vieira, nº80, sala A, Leça do Balio, 4465-738 Matosinhos, telefone 222086350, e e-mail: [email protected], poderá receber informações práticas mais detalhadas sobre a doença de Crohn, as respetivas queixas e manifestações, evolução da doença e complicações possíveis, como se trata, quais os medicamentos disponíveis e como se pondera uma cirurgia. O mesmo se poderá dizer sobre as informações quanto à Colite Ulcerosa: o que é, quais as regiões do trato gastrointestinal afetadas, queixas e manifestações, evolução, complicações possíveis, como se trata, quais os medicamentos disponíveis, ponderação de cirurgia. Doente informado é doente que ganha capacitação, que se responsabiliza pela sua terapêutica, que aprende as pautas de uma vida que precisa de disciplina para ter qualidade e o máximo de conforto. As associações de doentes são determinantes para a literacia em saúde e para ajudar todos os interessados a viver a sua doença com os melhores níveis possíveis de dignidade.

Beja Santos

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  Subscribe  
Notify of