Negócios

Uma pizza que é a tal

• Favoritos: 28


É possível sair para jantar, experimentar sabores e técnicas gastronómicas de diferentes partes do mundo e ainda observar obras de arte, tudo no mesmo espaço de S. João da Madeira. N’A Tal da Pizza!

À entrada, está o forno. Funciona como montra. É possível ver de fora cada pizza a ser confecionada, com ingredientes frescos e naturais. Em Barcelona, onde Tiago Campos e Sandra Haiduck viveram era assim. As pessoas até paravam e tiravam fotografias à montra da pizzaria italiana onde estiveram.
Do Brasil, de onde Sandra Haiduck é e onde foi professora, trouxeram o melhor das iguarias e, no regresso a S. João da Madeira — depois de uma passagem pelas fogaças de Santa Maria da Feira —, já só restava abrir o próprio negócio.
Criaram A Tal da Pizza, na rua Visconde, onde fazem pizzas na Gertrudes. A Gertrudes é a massa mãe — e uma mãe tem de ter nome. É possível conhece-la enquanto a pizza está no forno, através da explicação nas bases das mesas. São cada vez mais as pessoas preocupadas com a fermentação natural. A Gertrudes leva 48h para ficar mais leve e saudável.

Também há sempre exposições de artistas, preferencialmente da região. Como estivera ligado às artes — foi produtor de luz e som, o que teve de deixar devido a um problema nos ouvidos — Tiago coloca tipos de iluminação diferentes na entrada, onde está o forno, e no interior, onde estão as mesas e exposições.
A sala das refeições foi pensada separada do take away, não interferindo em quem consome a refeição. E os nomes dos pratos são, nada mais nada menos, do que expressões portuguesas. Se Sandra ou uma das colaboradoras, ao pousar um prato na mesa, disserem És a Rainha da Noite ou Carinha Laroca não estarão a elogiar os clientes, mas a conferir os pedidos. Neste caso, será um calzone com molho, queijo, fiambre, cogumelos frescos e natas; e uma pizza com molho, queijo, fiambre, bacon, ovo e orégãos.
Nas sobremesas, pode ficar Perdido por cem, Perdido por mil (semi-frio de baileys com café, com crumble) ou culpar a vontade. A culpa é da vontade foi o nome adotado para o cheesecake, por ser um trecho de uma música de António Variações que ambos adoram. Além da Carinha Laroca, Um Olho no Camarão e outro na Pizza (molho especial, queijo, camarão, coentros) e Heróis do Mar (molho especial, queijo, frutos do mar, salmão fumado, alcaparras) são as que têm mais saída.
Entre outros provérbios que deram nomes aos pratos d’A Tal da Pizza, dá para ficar Feito ao Bife, passar Muitos Anos a Virar Frangos, Encher Chouriços e Abanar o Capacete, mas também Laurear a Pevide e Encher o Bandulho. Se comer com alma pode faze-lo À Grande e à Francesa, pois Tudo Vale a Pena Quando a Alma não é Pequena.
Neste estabelecimento, são os proprietários que fazem tudo: sobremesas, bechamel, bolonhesa, picam a fruta para a sangria. Até fizeram a decoração: candeeiros, arranjos, montagem de móveis, pregaram vasos com plantas...

Querem manter sempre a qualidade: o queijo é a melhor mozzarella que o fornecedor tem, os cogumelos são frescos e cortados na hora, o ananás não é enlatado, e nas pizzas vegetarianas e veganas tentam que os ingredientes sejam tão saborosos e sem substitutos químicos e industriais da carne. Tentam tanto agradar a todos os tipos de público que até aprenderam a fazer parmesão vegan.

Os clientes já vêm de diferentes zonas da região, como Ovar e Arouca. Muitos aparecem curiosos e voltam. E a melhor publicidade é a recomendação boca-a-boca.
A Tal da Pizza não é pizza fast food, tem até um alto valor nutricional, aqui até as especiarias são sempre frescas e a pizza é rápida porque no forno não precisa de mais tempo e não faz diferença ser forno a lenha ou gás, aliás o gás permite controlar a temperatura.
Os preços estão enquadrados com outros estabelecimentos. Apesar da superior qualidade, tentam manter um valor razoável.
Querem que seja um sítio acessível a toda a gente e que não seja só um espaço onde ir comer, mas que tenha uma vertente cultural com exposições, livros, música, que as pessoas consigam ter uma experiência agradável e sensitiva.

 

28 Recomendações
227 visualizações
bookmark icon