Maximiano Correia completou 104 anos

Maximiano Correia completou 104 anos

Familiares e muitos amigos juntaram-se para comemorar os 104 anos cheios de vitalidade de Maximiano Correia, utente do Complexo Social de Fajões da Santa Casa da Misericórdia de S. João da Madeira.

Quem o conhece realça a vitalidade que ainda evidencia. O Complexo Social de Fajões da Santa Casa da Misericórdia (SCM) de S. João da Madeira festejou, na passada segunda-feira, dia 25, os 104 anos de Maximiano Correia, utente do Apoio Domiciliário há 16 anos.
Fonte da instituição revela que este “jovem”, que já inaugurou o caminho em direção aos 105 anos, “tem imensa vontade em viver, gosta de estar sempre ativo e é muito participativo nas atividades propostas pela instituição”. O aniversariante partilha da opinião de que “velhos são os trapos”, pois assume que, “mesmo com esta idade, ainda não se sente velho”.
Os balões e acepipes anunciavam quem por ali passava que era dia de festa na instituição. A chegada do aniversariante era ansiada por todos. À sua volta, juntou-se um aglomerado de gente que fez questão de o cumprimentar.
O aniversário contou com a presença de utentes, familiares e amigos do aniversariante. Ao início da tarde, foi celebrada uma missa de ação de graças pela longevidade do “aniversariante”, celebrada pelo pároco de Fajões.
Chegada a hora de apagar as velas, todos os convidados se reúnem à volta da mesa para entoar os versos de feliz aniversário. “Que tenha muita saúde e amigos também”. Amigos não lhe faltam ao que parece. Saúde também vai tendo.
A animação da festa esteve a cargo do grupo musical dos “Madrigais” da Universidade Sénior de Oliveira de Azeméis, que ali tocou temas bem conhecidos e tradicionais.
A juntar a tudo isto foi ainda apresentado um vídeo das várias atividades socioculturais em que o senhor Maximiano participou, na instituição, no último ano.
Fonte da instituição revelou a ‘O Regional’ que é com muita “honra e alegria que a instituição promove esta festa desde há 4 anos, desde que o Sr. Maximiano fez 100 anos”. Um gesto que representa a “celebração da longevidade e o aniversariante é um exemplo vivo de uma forma de vida que é inspiradora para todos nós”.
Maximiano Tavares Correia nasceu no lugar de Cabanelas, da freguesia de Macieira de Cambra, a 24 de Fevereiro de 1915, reside no lugar de Paços, na freguesia de Fajões, concelho de Oliveira de Azeméis, é casado com Laurinda Soares (mais nova 20 anos), tem quatro filhos, 11 netos e 10 bisnetos.

António Gomes Costa

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  Subscribe  
Notify of