Juventude Socialista elogia aposta da Câmara em “programação cultural diversificada e de qualidade”

A Juventude Socialista (JS) de São João da Madeira elogia a aposta da Câmara Municipal, liderada por Jorge Sequeira, na programação cultural para o ano de 2019, na Casa da Criatividade e nos Paços da Cultura.

São cerca de 70 espetáculos de música, teatro e cinema que o Município de São João da Madeira anunciou, na passada sexta-feira, para os espaços culturais municipais para o ano de 2019. Leonardo Silva Martins elogia a aposta da autarquia que vai “ao encontro de diferentes públicos, que reforça a aposta numa programação cultural atrativa e que coloca a cidade no mapa dos grandes espetáculos nacionais”.
“Com o Partido Socialista a liderar a Câmara Municipal os Sanjoanenses já não precisam de sair da cidade para aceder a eventos culturais de grande qualidade”, concluiu Leonardo Martins, que é deputado à Assembleia Municipal.
A programação prevê, por exemplo, concertos de Paulo de Carvalho (fevereiro); Cecília Krull López, autora da música de abertura da série televisiva “Casa de Papel” (março); The Gift (abril); Diogo Piçarra (junho); Anaquim e Salvador Sobral (setembro); Sérgio Godinho e Sean Riley (outubro) e Maria João (novembro).
Em relação a teatro, também são várias as peças que vão passar por São João da Madeira, como, por exemplo, “Hamlet” (pela Companhia de Teatro Chapitô); e “Argila” (pelo Teatro da Didascalia).
A programação é variada e prevê também a exibição de filmes, de propostas dirigidas ao pública infantojuvenil e, ainda, a continuidade do ciclo de conferências já iniciado no ano anterior, que irá contar com Manuel Carvalho da Silva e Maria Manuel Leitão Marques, entre outros.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
José Reis
Visitante
José Reis

Este jotinhas do PS consideram que tudo é muito bom desde que tenha o rótulo “PS”. Tudo está a ser feito como continuação do passado. Mas agora como o novo rótulo, apesar do cheiro a gato, está tudo muito bem. “Bué” de “bô”:
Que meninos e meninas tão socráticos.