Educação

Mobilidade Erasmus+ em Creta: Course and Training

• Favoritos: 46


- Europe between Mythology, Modernity and MulticulturalismTraining

O projeto Erasmus+ “Pensar e Repensar os Paradigmas da Educação” oferece um contributo decisivo na resposta aos constantes desafios dos sistemas de ensino e formação, fomentando a modernização e a adaptação às novas formas de ensino e aprendizagem. A última mobilidade deste projeto decorreu em Creta, na Grécia, integrou seis docentes, com o enfoque no reforço de redes e contactos internacionais, para fortalecer o sentimento de cidadania europeia, desenvolver a consciência de outras identidades e culturas, para inovar e modernizar as práticas pedagógicas, focando-se em projetos interdisciplinares e extracurriculares.
Durante os dias do intercâmbio, os docentes participaram ativamente em diversos workshops, numa abordagem focada no desenvolvimento da Europa, enquanto sociedade multicultural em termos de história, música, arte, instituições e suas funções, bem como nos valores europeus incutidos nos alunos durante o seu percurso formativo, com o desenvolvimento de competências em diferentes áreas disciplinares transversais ao currículo. A abordagem efetuada no âmbito da educação inclusiva permitiu comparar diferentes sistemas educativos, abriu caminho a uma apropriação mais consolidada das particularidades e exigências relativas ao que é, numa dimensão, preconizado e regulado pela legislação em vigor e, numa outra dimensão, interpretado e operacionalizado pelas escolas. No decurso deste trabalho, foi possível elaborar um portfólio digital com diverso material de apoio à prática letiva que pode ser utilizado no contexto educativo do AEOJ, em temas que abrangem o desenvolvimento de competências inerentes ao pensamento reflexivo e criativo, expressão oral e escrita, bem como STEM.
Neste sentido, os docentes visitaram uma escola, perceberam o seu modo de funcionamento e organização, acompanharam uma turma do 3º ano num trabalho de grupo e de pesquisa sobre a cultura grega e terminaram com um lanche convívio oferecido pelos professores gregos, onde foi explicada a diversidade gastronómica de Creta.
O conhecimento de outras realidades culturais e de aspetos valorizados por outras sociedades constitui uma dupla mais valia para os professores participantes. O aumento do conhecimento geral de um professor, independentemente da sua área disciplinar e das disciplinas leccionadas, torna a sua prática educativa mais enriquecedora para os alunos, permitindo-lhes a construção de pontes e interconexões entre temas diversos do interesse da sociedade atual que, de outra forma, seriam certamente impossíveis de concretizar, ou de concretização certamente mais incipiente. A visita culminou com o compromisso da elaboração de projetos Erasmus+ com alunos e professores de ambas as escolas.
A componente formativa, por sua vez, permitiu um espaço de reflexão, tendo sido abordadas atividades que contribuem para uma cidadania mais ativa. A ideia é criar ferramentas e novas abordagens didáticas que permitam trabalhar a diversidade em sala de aula e a inclusão de alunos estrangeiros e/ ou com dificuldades de aprendizagem.
A mobilidade permitiu conhecer a diversidade da cultura grega muito rica em mitologia. Os docentes fizeram um périplo pelos diversos monumentos históricos em Heraklion, visitaram a cidade de Rethymno, descobrindo tradições culturais, civilizações passadas dos Minóicos, aos Árabes, Otomanos e Venezianos. Uma visita guiada e exploratória efetuada ao Palácio Knossos, permitiu o conhecimento de outras realidades culturais e de aspetos valorizados por outras sociedades, constituindo uma mais valia para os professores participantes, quer ao nível do seu conhecimento geral, quer pelo facto de alguns dos aspetos relativos à evolução das civilizações estarem diretamente relacionados com os currículos dos docentes participantes.
A visita ao Museu de História Natural de Creta permitiu perceber a preocupação, sensibilização e divulgação que é realizada, quer em contexto escolar, quer comunitário, acerca dos sismos e dos comportamentos de segurança. Esta situação está enquadrada no contexto tectónico de Creta, uma zona de subducção da placa Africana por baixo da placa Euroasiática, provocando uma elevada frequência sísmica.
As atividades desenvolvidas nesta mobilidade permitiram criar um espaço de reflexão e de partilha onde os participantes contribuíram ativamente para o desenho de novos espaços de expressão da cidadania ativa, como a noção plural e pluralista na base da vida intercultural, abrindo novos horizontes e novas formas de praticar a nível local, nacional, europeu e internacional, o processo de democracia participativa.
Conhecer os mitos e a história antiga da Europa, com incidência nas inovações culturais e sociais, permitiu uma visão abrangente da identidade cultural europeia, integrando todos os diferentes aspetos culturais e sociais que fizeram da Europa um lugar multicultural. A literatura, as artes visuais, a música e as ciências, de facto, podem interpretar e transmitir um conjunto de princípios partilhados por toda a Europa.
As principais conclusões e ideias de inovação serão agora replicadas no sentido de as integrar no dia-a-dia da comunidade escolar.

 

 

46 Recomendações
150 visualizações
bookmark icon