Sociedade

Condutores reclamam da falta de delimitações no estacionamento

• Favoritos: 110 • Comentários: 1


Desde que o contrato de concessão integrada dos lugares à superfície e dos parques subterrâneos foi assinado com a DataRede, residentes e frequentadores das ruas da cidade têm expressado insatisfação devido à ausência de marcações de lugares

A situação atingiu um ponto crítico em locais como a Rua 11 de Outubro, onde os parquímetros estão operacionais e a imposição de multas já está em vigor, apesar da falta de marcações no solo que delimitariam as áreas de estacionamento. Os usuários sentem-se “desorientados e sujeitos a multas injustas”, visto que a ausência nas delimitações dificulta a identificação de áreas legais de estacionamento.
Sobre essa questão, Christopher Monteiro, residente e trabalhador local, partilhou a sua perspetiva acerca de “haver quase uma marca sanjoanense no que diz respeito ao difícil acesso ao estacionamento no centro de S. João da Madeira. As pessoas atrasam-se aos seus afazeres por isso mesmo, queixam-se que aquilo que mais se vê agora é a caça à multa e se tivermos pouca informação, ainda pior.”, levantando preocupações sobre o aumento potencial de multas devido à falta de clareza nas delimitações das vagas de estacionamento.
A situação apresenta-se ainda mais complexa em artérias como a Rua António José de Oliveira Júnior, que anteriormente não tinha pagamento, mas agora encontra-se a passar por mudanças, embora as delimitações ainda não estejam concluídas. Nesse sentido, a Câmara Municipal anunciou que “a pintura e sinalização dos lugares inseridos na Zona de Estacionamento de Duração Limitada constituem intervenções contempladas na concessão do estacionamento pago na cidade. Adianta-se ainda que o concessionário já deu início a esse trabalho e que o mesmo se encontra em curso.”
A empresa responsável pelo estacionamento, DataRede, em em declarações a ‘O Regional’ também se pronunciou sobre a sua posição, explicando que “já nos encontramos a atuar nas ruas de estacionamento pago, desde que a rua esteja com a sinalização vertical adequada e visível que, de facto e naturalmente, se encontra numa rua de estacionamento pago.” No entanto, a empresa ressaltou que “não está, de momento, a aplicar estas medidas em ruas recentemente pavimentadas onde, anteriormente não se pagava, devido à falta de marcações no chão, de maneira a evitar confusões”.

Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa n.º 3983, de 11 de abril de 2024, ou no formato digital, subscrevendo a assinatura em https://oregional.pt/assinaturas/

 

110 Recomendações
comments icon1 comentário
1 favoritos
167 visualizações
bookmark icon

Uma opinião acerca “Condutores reclamam da falta de delimitações no estacionamento

    Desculpe, os comentários estão fechados.