Sociedade

Cidade envolve cerca de 500 alunos no Dia Internacional da Cidade Educadora

• Favoritos: 84


O Dia Internacional das Cidades Educadoras foi assinalado na última semana, teve como lema “A cultura, fonte de criação e aprendizagens na Cidade Educadora”. S. João da Madeira é membro desta rede desde 2007.

A manhã começou com uma visita guiada pelo presidente da Câmara ao edifício do Fórum Municipal. Assim, um grupo de duas dezenas de pessoas, desde crianças a seniores, tiveram oportunidade de visitar todos os pisos do edifício, com destaque para as divisões de Educação, Ação Social e Planeamento, para além das salas de reuniões e de sessões. Na mesma manhã, e tendo como mote o lema das comemorações, decorreram em simultâneo diversos workshops e oficinas, envolvendo turmas dos diversos graus e níveis de ensino, na Academia de Música, Banda de Música de S. João da Madeira, Biblioteca Municipal, Centro de Arte Oliva, Conservatório de Dança do Norte – Ana Luísa Mendonça, Ginasiano Escola de Dança, Museu da Chapelaria, Museu do Calçado e Turismo Industrial.
Já no período da tarde, um grupo de alunos teve oportunidade de visitar os bastidores da Casa da Criatividade e perceber vários detalhes técnicos que, habitualmente, não estão ao alcance dos espectadores. No total, foram envolvidos mais de 500 alunos.
O debate, que decorreu no auditório da Sanjotec, foi considerado como o ponto alto do dia, e voltou a envolver em parceria o Município de S. João da Madeira e a RTP através do seu projeto europeu #ENTR. O debate teve como pergunta de partida “Sendo fonte de Criação e de Aprendizagens, conseguirá a Cultura ser fonte de tolerância?”, colocando em discussão temas como o racismo, a tolerância, a liberdade de expressão e a inclusão social. Para além de uma centena de jovens na plateia, em palco estiveram oito alunos do ensino secundário, concretamente Alexandre Atroshchanka e Sofia Rocha Silva (Agrupamento João da Silva Correia), Lara Silva e Leonor Silva (Agrupamento de Escolas Oliveira Júnior), Cláudio Silva e Lara Oliveira (Agrupamento Dr. Serafim Leite), Rafaela Santos e João Neves (Centro de Educação Integral). O debate foi moderado por Joana Perez, animadora e repórter na Cidade FM, apresentadora da RDP Internacional e Antena 1/RTP, e encerrou com a intervenção do presidente da Câmara Municipal, Jorge Vultos Sequeira. O autarca incentivou os jovens a “combaterem as fake news com a verdade”, num debate entre jovens sanjoanenses, que considerou “muito rico e inspirador “, enaltecendo que “as novas tecnologias, tal como são usadas pelos inimigos da democracia, devem ser massivamente usadas pelos democratas para difundir a verdade e os ideais democráticos”, considerando que “a difusão dos valores democráticos é uma tarefa do sistema educativo.”

Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa n.º 3965, de 7 de dezembro ou no formato digital, subscrevendo a assinatura em https://oregional.pt/assinaturas/

 

84 Recomendações
137 visualizações
bookmark icon