Sociedade

Bombeiros são “pilar fundamental” da proteção civil municipal

• Favoritos: 10


O Dia Municipal do Bombeiro foi assinalado no último sábado, no largo em frente ao Fórum Municipal. A família de Armando Tavares de Almeida ofereceu à corporação um dos últimos quadros da autoria do pintor falecido este ano,

Gratidão e reconhecimento. Duas palavras que marcaram o Dia Municipal do Bombeiro, celebrado no último sábado, dia 23, no largo em frente ao Fórum Municipal de S. João da Madeira. Uma homenagem aos “soldados da paz” sanjoanenses, que desde 1928 - ano da fundação da corporação local - se têm dedicado a proteger a população e os seus bens, muitas vezes colocando a vida em risco.
Esse voluntariado especial que exige assinalável coragem e dedicação foi várias vezes evocado na sessão comemorativa, que abriu com a apresentação das forças em parada, antecedendo as promoções, condecorações e discursos, tudo num cenário dominado pela exposição de diversos veículos dos Bombeiros Voluntários de S. João da Madeira.
O programa incluiu ainda a entrega à corporação, pela família de Armando Tavares de Almeida, de um dos últimos quadros deste pintor sanjoanense, falecido este ano, que era membro do conselho consultivo da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de S. João da Madeira. Nessa obra, como referiu Maria dos Anjos, filha do artista, “está presente a entreajuda entre bombeiros e sanjoanenses”.
Armando Tavares de Almeida e outros elementos da “família” dos bombeiros sanjoanenses desaparecidos em 2021 - como os diretores Fernando Portal e Benjamim Maia e os comandantes Manuel Oliveira e Salvador Vieira.- foram lembrados nas intervenções do dia, nomeadamente por Carlos Coelho, presidente da associação humanitária.

Ar­tigo dis­po­nível, em versão in­te­gral, na edição nº 3863 de O Re­gi­onal,
pu­bli­cada em 28 de outubro de 2021

10 Recomendações
5 visualizações
bookmark icon