Negócios

Bares encontram soluções para se adaptarem às novas medidas

• Favoritos: 16


Cafés, bares e restaurantes de S. João da Madeira encontram estratégias inovadoras para se manterem abertos e a funcionar a cada oportunidade à vista.

Na passada semana, o Estado permitiu abrir esplanadas de cafés e bares. É habito em S. João da Madeira, as pessoas não trabalharem na segunda feira de Páscoa, então por consequência o bom tempo e esta nova medida, levaram um grande aglomerado de munícipes à rua. Por esse mesmo motivo negócios de restauração e hotelaria tinham deliberado a abertura de todos estes estabelecimentos. “Isso foi um assunto que tivemos em cima da mesa, se realmente abriríamos as esplanadas no dia 5 ou não, para evitar e para fazermos a nossa parte e impedir o aglomerado de pessoas na rua. Nós temos também que pensar, em nós sim, mas também temos que pensar no bem estar das pessoas e na saúde pública. No caso do Unhas Negras é nisso que estamos a refletir, considerar se será mais benéfico para todos abrir mais tarde os nossos estabelecimentos, de uma maneira mais faseada.”, acrescentou Silvério Sequeira, proprietário daquele bar e do Old Rock & Blues.
A Taberna do Zé, o Old Rock & Blues e o Unhas Negras são espaços todos pertencentes ao mesmo agregado familiar. Sem mais nenhuma maneira de subsistência, os proprietários destas casas confessam que conseguiram aguentar os seus espaços abertos, mas a luta não foi simples nem curta. “Com muito trabalho e muito sacrifício nosso, tanto antes do primeiro confinamento começar, como agora. Se não tivéssemos, desde logo, criado uma estratégia de poupança, o mais certo seria já estarmos de portas definitivamente fechadas”, diz Silvério Sequeira.

Ar­tigo dis­po­nível, em versão in­te­gral, na edição nº 3839 de O Re­gi­onal, pu­bli­cada em 15 de abril de 2021.

16 Recomendações
58 visualizações
bookmark icon