Andebol

Um torneio de sucesso, celebração e competição

• Favoritos: 46


De volta à cidade, o Andebolmania, reúne, este ano, uma congregação de atletas dos escalões de formação, representando mais de 150 equipas, num total de cerca de 2500 participantes.

Este ano, o evento reveste-se de um significado especial, uma vez que coincide com o centenário da Associação Desportiva Sanjoanense (ADS). Assim, o Andebolmania 2024 é celebrado como a “Golden Edition”, prometendo “tornar-se um marco histórico não só para o evento em si, mas também para a modalidade” de S. João da Madeira.
Com uma participação significativa de clubes espanhóis, o Andebolmania destaca-se como um torneio internacional, marcando o período da Páscoa com “a paixão pelo desporto e pela competição saudável”. Organizado pela Andebolmania – Associação para o Desenvolvimento do Andebol – e com o apoio do Município, este evento é uma parte intrínseca do tecido desportivo local, tendo como epicentro o maior clube da cidade, a Associação Desportiva Sanjoanense (ADS), onde teve origem há mais de três décadas.
Durante estes dias de “intensa” competição e camaradagem, os diversos pavilhões desportivos da cidade de S. João da Madeira servem como palco para o espetáculo do Andebolmania.

Perspectivas dos participantes do Andebolmania 2024 Golden Edition

Martim Costa, 20 anos, voluntário do Andebolmania - “Como voluntário pelo segundo ano consecutivo no Andebolmania, posso afirmar que a experiência tem sido gratificante. Mesmo diante das condições meteorológicas adversas, a energia e a participação continuam notáveis. Estar na loja do evento proporciona-me não apenas a oportunidade de auxiliar na organização, mas também de interagir com pessoas de diversas nacionalidades, o que tem sido uma experiência enriquecedora para mim, especialmente por enfrentar alguma timidez inicial. Estar na loja, este ano situada dentro do Pavilhão das Travessas, permite-me acompanhar os jogos e aprender mais sobre a modalidade, o que tem despertado ainda mais o meu interesse pelo desporto.
Além disso, como apoiante fervoroso da ADS, reconheço a importância deste clube como a maior instituição desportiva da cidade, que não só promove o desporto local, mas também leva o nome de S. João da Madeira para além-fronteiras”

Martinho Cardoso, 62 anos, adepto - O meu envolvimento com o desporto em S. João da Madeira é algo que faz parte da minha vida e sempre foi uma paixão para mim, independentemente da modalidade. Já desempenhei o papel de dirigente no hóquei em patins da ADS e, estando atualizado sobre o andebol, considero estas iniciativas benéficas para o desenvolvimento desportivo. O Andebolmania, tanto a nível nacional quanto mundial, é um atrativo para a cidade, reunindo diversas nacionalidades, escalões e jovens entusiastas. Acredito que a promoção e organização desses eventos devem ser lideradas pelos locais, e o pavilhão oferece excelentes condições para sediar competições de nível nacional.
É bom para mim testemunhar a vitalidade e alegria dos jovens envolvidos no desporto. Ver os seus sorrisos en­quan­to praticam des­porto não só traz felicidade para eles, mas também para mim, que valorizo profundamente o desporto e o seu impacto positivo. S. João da Madeira de­monstra um forte compromisso com o desporto. Este legado é motivo de orgulho para todos.

Telmo Mendes, 24 anos, treinador de andebol do Benfica - Com muitos jogos em disputa, acredito que a coesão na organização é fundamental, e até ao momento, tudo tem corrido muito bem. Os jovens atletas estão entusiasmados por terem a oportunidade de jogar e demonstrar as suas habilidades. Alguns colegas até mencionaram que estão tão empolgados que têm dificuldade em adormecer, o que demonstra o apreço que têm pelo Andebolmania.
Considero excelente o facto de o torneio abranger uma vertente internacional, permitindo que os jovens atletas conheçam outras culturas e pessoas. Isso é benéfico não apenas para o seu desenvolvimento como atletas, mas também como indivíduos, tanto no seu futuro desportivo, como escolar. No meu caso, enquanto treinador de andebol, valorizo a oportunidade de estabelecer conexões com outras pessoas ligadas à modalidade. Isso serve como uma motivação adicional para os atletas, que muitas vezes não estão habituados a ter tantas pessoas a assistir aos seus jogos como têm aqui. O apoio de outras equipas e espectadores contribui para que se sintam valorizados e confiantes.

Tiago Lameiras, 14 anos, atleta de andebol da Associação Desportiva Sanjoanense (ADS) - O Andebolmania está a decorrer dentro da normalidade, como esperava, dado que já participo há vários anos. Há muitas pessoas e muito barulho, mas isso traz uma energia contagiante que nos motiva a entrar em campo, jogar e dar o nosso melhor. Estou ansioso pelas festas, DJs e música, e faço questão de ir a todas, eventos que proporcionam não apenas diversão, mas também a oportunidade de fazer novas amizades e passar tempo de qualidade com a minha equipa. Tenho tido a oportunidade de conhecer e fazer amizades com pessoas de diferentes países, como espanhóis, franceses.
O facto de a ADS estar a celebrar o seu centenário este ano torna o evento ainda mais especial para todos nós. Nem todos os clubes têm o privilégio de alcançar esse marco histórico, e é importante aproveitar ao máximo este ano de comemorações.

46 Recomendações
100 visualizações
bookmark icon