Desporto

Quando a Educação, a Inclusão e o Combate às Desigualdades Sociais entram em campo

• Favoritos: 36


O projeto Cabo Futebol Clube Desporto de Rua está a ser implementado em S. João da Madeira. Esta é a primeira cidade portuguesa a receber este projeto que já dá frutos em Angola e que agora chega a Portugal pelas mãos de António Afonso.

Com o principal objetivo de apoiar pessoas e comunidades mais desfavorecidas, a Associação Horizontes nasceu em 2018 pelas mãos de várias “pessoas oriundas dos diversos quadrantes da sociedade civil que tinham em comum a vontade de contribuir para um mundo melhor para todos”, como referiram Carlos Rosado e Ricardo Rosado, Presidente da Assembleia e Coordenador do Projeto e Comunicação. Pai e filho que acreditam que esta associação reúne as “características e competências” essenciais para “melhorar a qualidade de vida das pessoas e comunidades mais vulneráveis, principalmente crianças e jovens”. E isso fica ainda mais claro quando conjugados com a “alegria e gratidão que as crianças e jovens demonstram” nos projetos concretizados.
E foi por esse motivo que, a partir do momento em que a Cabo Futebol Clube (C.F.C.) Desporto de Rua apareceu na vida da Associação Horizontes, nunca mais se largaram. Ricardo Rosado elencou as razões pelas quais, esta relação tinha que acontecer. “O C.F.C. Desporto de Rua foi uma ideia que veio ao nosso encontro e desde o início identificámos esse projeto com os objetivos da Associação Horizontes”. Já António Afonso, coordenador do C.F.C. Desporto de Rua, está muito agradecido pelo apoio dado a este projeto que “está a ser semeado” e que “visa acreditar nas pessoas que não têm tantas oportunidades para se juntar a grandes clubes ou organizações”. Um projeto que diz ser “ambicioso” e com excelentes perspetivas de crescimento na cidade de São João da Madeira, onde será “dado o pontapé de saída” para a implementação em Portugal. Para António, este projeto é importante para a cidade porque presa pela “troca de ideias, desenvolvimento pessoal, boa convivência na comunidade e novas oportunidades e aprendizagens”. Com origem em Angola na Ilha do Cabo, esta proposta foi trazida para o nosso país para que possa ser aperfeiçoado e quem sabe “escalar para outras cidades”.
Há quase três anos em busca de novos parceiros, António Afonso não esconde que se sente desiludido por não ter o apoio da Câmara Municipal de São João da Madeira. Mas nem isso o impediu de dar vida a este projeto e continuar a lutar por “novas parcerias, ideias e patrocinadores” como foram os casos das primeiras associações que abriram os braços a esta ideia, a Associação Horizontes a par do Clube Fundo de Vila. Na opinião de Carlos Rosado, a comunidade está “disponível e interessada no projeto e existem outras instituições que se estão a juntar em parceria para o seu crescimento”.
No passado dia 17 de setembro, no Fundo de Vila, foi lançada a primeira pedra para o arranque deste projeto, C.F.C. Desporto de Rua. A sua inauguração contou com a presença de organizadores, instituições e parceiros num jogo de futebol de rua. A iniciativa correu como todos desejavam, para Ricardo Rosado o jogo realizado demonstrou não só uma “boa qualidade futebolística, mas também abertura para um compromisso da parte da população com o projeto”.
A Associação Horizontes apela a que na sua captação de associados “Crescer com Horizontes”, todos se juntem por esta e por muitas outras causas. No qual, por cada associado novo plantam uma árvore no concelho de São João da Madeira. A C.F.C. Desporto de Rua agradece o apoio desta associação e você do que está à espera para ajudar? Como pediu António Afonso, “Acreditem em nós, sem tabus nem preconceitos, estamos abertos a todos”.

36 Recomendações
129 visualizações
bookmark icon