Desporto

Manuel Oliveira apresentou a sua candidatura à ADS

• Favoritos: 83


Foi perante uma sede de campanha repleta que Manuel Oliveira apresentou, no passado dia 12 de abril, a sua candidatura à presidência da Associação Desportiva Sanjoanense (ADS).

Com o lema “Mais Ambição, Melhor Futuro”, Manuel Oliveira, empresário na área das solas para calçado – proprietário da empresa Soares & Fonseca – e atual presidente da SAD da ADS, que também acumula funções como responsável pelo futebol de formação, garantiu aos presentes, no espaço de apresentação da candidatura, na Avenida Benjamin Araújo, que deseja estar de corpo e alma e abraçar o “Projeto da Sanjoanense”. “Estou como estou há sete anos para dar o melhor que sei pela Sanjoanense”, afirmou.
De seguida, o candidato deu a palavra a Ricardo Pinto, mandatário da candidatura, que admitiu ser com “enorme honra” e também com um “grande sentido de responsabilidade” que assume essas funções “nesta caminhada”. Para o mandatário, as eleições do próximo dia 22 vão representar aquela que “é a vontade dos sócios da Sanjoanense” no rumo que o clube “irá tomar”. A Lista B está focada “essencialmente na resolução dos problemas do clube e na salvaguarda dos superiores interesses dos sócios”, admitiu.

“Estou de corpo e alma para abraçar o projeto da Sanjoanense”

Na certeza de que não é “prudente nem sábio” apostar numa “candidatura liderada por aventureiros”, salientam que a presidência da Sanjoanense deve imprimir uma gestão “eficiente, eficaz” com “rigor e profissionalismo”. Ricardo Pinto assumiu, de seguida, como importante “proteger o clube no seu todo”, e também “cada uma das suas modalidades”, mantendo as equipas “masculinas e femininas”, nos escalões em que estão atualmente a competir e, também, aumentar as “modalidades e as equipas” do sexo feminino.
No que toca aos candidatos aos órgãos sociais da Lista B, integram o Conselho Fiscal João Almeida (Presidente), Nuno Pinto (Vice-Presidente), José Rocha (Secretário), José Arede (Suplente). Para a Assembleia Geral, como Presidente avança Luís Miguel Ferreira, Ilídio Leite para Vice-Presidente, Fátima Teixeira para Secretária e Alexandre Pinto como Suplente. O mandatário da candidatura é, tal como referido, Ricardo Pinto, sendo que os Vice-Presidentes da Direção são Rui Ferreira, José Pedro Silva, António Jesus Pereira, Suzana Lopes e Carlos Secretário. A Lista B introduziu neste âmbito uma novidade que foi a criação de um Conselho Jurídico, composto por Afonso Alves, Hugo Silva e Gonçalo Fernandes.
Luís Ferreira, candidato a Presidente da Assembleia Geral, apresentou, momentos depois, os Princípios Gerais e Orientadores da Lista B, que se resumem a um pilar institucional, um pilar desportivo e um pilar patrimonial. Isto, porque reforçaram que o que querem fazer é “honrar a Sanjoanense” e dar-lhe um “novo impulso”, sem esquecer o que “foi feito nos últimos anos”.

“Queremos que a Sanjoanense entre numa lógica de maior prestígio”

Afirmaram, igualmente convictos, de que o clube está preparado para entrar numa “nova fase”, e que só se tornando significativos no concelho e na região é que vão ser atrativos na captação de novos “patrocinadores”. Uma das medidas que têm para esse efeito é recuperar pessoas de valor, que se distanciaram do clube, e angariar “novas pessoas”, e “novos sócios” para tornar a ADS mais forte.
Paralelamente, promover a “igualdade de género”, dar a oportunidade a crianças que não “têm condições económicas de praticar desporto”, e aumentar “a sustentabilidade” são outras das metas a cumprir. Ter uma boa relação com as associações de foro cultural e também com a comunidade afigura-se como essencial para conseguir atingir os objetivos que estipularam para a educação dos jovens “nas várias modalidades”. Só desta forma vão conseguir, como analisaram, que os “escalões seniores” sejam um motor de “motivação” para as crianças que queiram chegar a esses escalões mais altos. “Mas, para isso, temos de criar condições para esses escalões mais acima”, acrescentou.
Para enfrentarem os desafios que se avistam no futuro, Luís Ferreira lembrou ser essencial modernizar as “infraestruturas executivas do clube”, incluindo a “sede social”, o Estádio Conde Dias Garcia, onde tencionam fazer um complexo que vai reunir todas as modalidades. Além disso, o candidato a Presidente da Assembleia Geral exprimiu que têm o “melhor projeto” e estão a pedir aos sócios que acreditem nesse projeto, todavia vão fazê-lo dentro das regras daquilo que é “o espírito democrático”.

Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa n.º 3984, de 18 de abril de 2024 ou no formato digital, subscrevendo a assinatura em https://oregional.pt/assinaturas/
83 Recomendações
309 visualizações
bookmark icon