Desporto

28 anos de resultados nacionais e internacionais consistentes

• Favoritos: 45


1996 foi o ano de fundação da Shaolin Si, com base em núcleos existentes desde 1994. 1996 foi, também ano em que organizou, pela primeira vez, de muitas que se lhe seguiriam, os Campeonatos Nacionais de Kung Fu. O contexto de prática, formação e competição era muito distinto do atual. O Kung Fu era moda e manteve-se até ao final da primeira década do século 21. A Shaolin Si chegou a ultrapassar os 300 atletas, não existia apoio financeiro público e pagavam-se mais de 500 contos de rendas mensais em espaços desportivos.
Foi também no início do século que a Shaolin Si obteve o seu primeiro título mundial de Kung Fu, a que juntou pratas e bronzes. O contexto competitivo tornou-se mais complexo, passaram a existir quatro modalidades de Artes Marciais em vez de uma (Wushu/Kung Fu, Tai Chi, Sanda e Qigong), cada uma com várias disciplinas de competição, 4 campeonatos europeus e 4 mundiais.
Muito para um país pequeno como Portugal, mas sem afetar o crescimento mundial com 160 países filiados na IWuF. Mundiais a parecerem uns olímpicos, com presenças médias a rondar delegações de 150 países, limitando a capacidade organizacional dos mesmos a potências económicas. Neste contexto, a Shaolin Si vai mantendo consistência nos seus resultados nacionais e internacionais num acúmulo de centenas de lugares de pódio, fazendo, através dos seus atletas em seleções nacionais tocar várias vezes o hino nacional e hastear respetivas cores, em palcos da europa ao oriente.
No passado dia 9 de junho, em Arouca, a equipa da Shaolin Si conquistou 12 medalhas, 5 Títulos Nacionais nos Campeonatos Nacionais de Kung Fu. Com o título nacional e mais duas medalhas nos de Sanda, a Shaolin Si tem já 6 Ouros num total de 15 medalhas conquistadas em nacionais de 2024. Rodolfo Torres venceu as três disciplinas de Kung Fu em que participou, Bruno Sousa conquistou dois ouros, uma prata e um bronze, Beatriz Oliveira uma prata e dois bronzes e João Gonçalves uma prata e um bronze. Com nacionais de Wushu e XL Kung Fu no horizonte, eventualmente mais uma participação internacional, a época ainda dá cartas para jogo às equipas da Shaolin Si.

45 Recomendações
58 visualizações
bookmark icon