Dérbi dividido

Dérbi dividido

Macieirense, 2 – Bustelo, 2
Campo do Viso em Macieira de Sarnes
Árbitro: Sandra Bastos auxiliada por Christophe Bastos e Cristina Costa

Macieirense: Resende, Rosas, Xavi, Gustavo, Lima, Marcelo, Huguito (Dani 90+4’), Abel (Jota 81’), Roma, Vilar e Gomes (Steeve 87’)
Treinador: Borges

Bustelo: Marcelo, Catarino (Gabi 58’), Luís Martins, Nuno, Raúl, Nelson, Cabel (Ruben 80’), Vasco, Rebelo (Diogo 45’), Ricardo Tavares e Mário
Treinador: Miguel Oliveira

Disciplina: cartão amarelo para Ricardo Tavares (35’), Huguito (40’), Roma (57’), Lima (61’), Gustavo (70’) e Ruben (83’)
Marcadores: Ricardo Tavares (19’), Gomes (26’), Rosas (37’) e Mário (59’)

A jogar em casa, o Macieirense esteve a vencer o vizinho Bustelo por 2-1 mas, no final, conseguiu apenas conquistar um ponto neste dérbi concelhio.
Os visitantes assumiram, desde o início, o comando do encontro e, devido ao maior domínio da posse de bola, chegaram à vantagem, na primeira oportunidade criada, com Catarino a cruzar para o desvio certeiro de Ricardo Tavares.
A perder, a formação de Macieira de Sarnes reagiu da melhor forma e, à passagem do minuto 26, fez o 1-1, num remate cruzado de Gomes, depois de uma boa pressão ofensiva por parte da equipa.
O Macieirense não satisfeito com o empate, foi em busca de mais um golo, que chegou, pouco depois, na sequência de um canto em que Rosas, oportuno, confirmou a reviravolta no marcador.
Os locais aproveitaram muito bem algum desnorte demonstrado por parte seu adversário depois de chegar à vantagem inicial e chegaram, ao intervalo, a vencer com justiça.
No início da segunda parte, o ritmo de jogo continuou baixo e, revelando novamente uma boa eficácia, o Bustelo, aos 59 minutos, chegou à igualdade, por intermédio de Mário.
A partir daqui, ambas as equipas demostraram uma boa organização defensiva e, apesar da vontade de arrecadar os três pontos, apenas, no último lance do desafio, voltou a haver um lance de perigo, com Xavi, num corte de pontapé de bicicleta, a impedir o terceiro golo do Bustelo.
Num encontro com poucas ocasiões de golo e que primou pelo equilíbrio, a divisão de pontos justifica-se, num resultado que não deixa de ser positivo para o Macieirense, que não foi inferior diante do segundo classificado.

Paulo Rui

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  Subscribe  
Notify of