Cultura e Lazer

Museu da Chapelaria distinguido na categoria de Incorporação

• Favoritos: 22


A cerimónia decorreu no Museu do Ar, em Sintra

Segundo nota de imprensa, decorreu no Museu do Ar, em Sintra, a cerimónia de entrega dos prémios Associação Portuguesa de Museologia (APOM) 2023, tendo o Museu da Chapelaria sido distinguido com menção honrosa na categoria de Incorporação.
Este equipamento cultural de S. João da Madeira vê assim reconhecido o seu trabalho de integração no seu acervo do conjunto de 77 peças doadas pelo designer Luís Stoffel, que acompanhou José Fonseca, chefe de gabinete do Presidente da Câmara Municipal, e Tânia Reis, diretora do Museu da Chapelaria, no momento em que foi recebida a menção honrosa.
Numa reação a esta distinção, o presidente da Câmara Municipal de S. João da Madeira. Jorge Vultos Sequeira, deixou um agradecimento ao criador Luís Stoffel, salientando que sem a sua doação “não seria possível” a obtenção deste prémio, que “traduz a grande qualidade do trabalho desenvolvido no nosso Museu da Chapelaria”.
Ainda mencionado em comunicado, as peças doadas por Luís Stoffel, cuja incorporação no Museu da Chapelaria está na base desta menção honrosa, são chapéus, toucados, fascinators e acessórios de cabeça esculturais, alguns criados especificamente para esta exposição, para além de máscaras de proteção individual, numa alusão ao combate contra a pandemia da covid-19.
O Museu da Chapelaria passou, então, a ser o guardião de uma coleção única, onde o acessório de moda e o objeto de arte se confundem. Uma fronteira imprecisa que se deve, essencialmente, aos materiais utilizados, ao acabamento meticuloso e requintado de cada uma das criações, ao uso de técnicas de alta-costura e a uma excecional criatividade.
Com base nessas peças, será criada uma exposição itinerante que promoverá o Museu da Chapelaria e o trabalho de Luís Stoffel, um criador de chapéus português, cujo nome está ligado à história do teatro de revista nacional.

 

22 Recomendações
82 visualizações
bookmark icon