Cultura e Lazer

“As pessoas já se apropriaram da Feira do Livro”

• Favoritos: 11


Foram três dias recheados de livros, programação, muitas pessoas, até oportunidade para conhecer escritores; e este ano teve como temática as comemorações do 25 de Abril.

Centenas de pessoas visitaram a terceira edição da Feira do Livro de S. João da Madeira, que se realizou na Praça Luís Ribeiro, com o propósito de falar com escritores, conhecer e ler novos livros, distribuídos por 12 quiosques de livreiros e 29 convidados. O evento, que é um dos “instrumentos” da autarquia na promoção do livro e da leitura, decorreu entre cinco e sete de julho. Desde os mais novos aos mais crescidos, todos tiveram a oportunidade de entrar em contacto com os livros.
O presidente da Câmara Municipal de S. João da Madeira assegurou aos jornalistas, em jeito de balanço, que os livreiros “estão muito satisfeitos” com mais esta edição e “referem mesmo que S. João da Madeira é uma cidade de livros e de leitura”. Jorge Vultos Sequeira acrescenta que, de acordo com os livreiros, “as pessoas já se apropriaram da Feira do Livro”, acrescentando mesmo que a edição de 2025 “já é aguardada por muitas pessoas”. Quanto ao número de visitantes, “deverá ter rondado o da edição anterior, bem como ao número de livros vendidos”. Segundo dados da autarquia foram vendidos na edição deste ano 966 livros.
Quanto a momentos altos, o chefe máximo do executivo enfatiza ser difícil escolher. “Todos foram importantes, desde os convidados, sessões de autógrafos com os autores, momentos infantis, teatro, música (…)”.

Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa n.º 3996, de 11 de julho de 2024 ou no formato digital, subscrevendo a assinatura em https://oregional.pt/assinaturas/

 

11 Recomendações
comments icon0 comentários
0 favoritos
26 visualizações
bookmark icon

Escreva um comentário...

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *