Cultura e Lazer

Artes de palco esgotam lotação com musical

• Favoritos: 32


O grupo “Artes de Palco”, uma parceria entre a Associação de Promoção da Juventude (APROJ) e o Armazém 4, voltou à atividade, no passado fim de semana, com o musical “À Sombra da Bananeira”, no Centro Cultural de Milheirós de Poiares.

O espetáculo, que estreou no sábado e finalizou no domingo, inseriu-se na 3ª edição do Festival Cortinas e contou com casa cheia nos dois dias. Foi um excelente regresso, com muitos aplausos, gargalhadas e lotação esgotada. Com texto e músicas da autoria de Rui Alves e coreografias de Diana Rocha, a peça pretendeu alertar o público para problemas reais, como as alterações climáticas, a poluição ou a destruição dos ecossistemas. Assim sendo, jovens talentos vestiram a pele de animais em vias de extinção para demonstrar que estamos “à sombra da bananeira” no que toca a enfrentar problemas tão reais como os já referidos.

Ao todo estiveram em palco 25 artistas, entre os seis e os 14 anos de idade, que foram testados à Covid-19 antes do espetáculo para garantir todas as condições de segurança. A organização agradece ao Centro Médico da Praça, pela testagem, à Junta de Freguesia de Milheirós de Poiares, pela cedência do espaço, e a todos os que tornaram possível esta ocasião tão especial. O musical “À Sombra da Bananeira” marcou, assim, o tão ansiado regresso do grupo Artes de Palco às salas de espetáculo desde que a pandemia despoletou, no início de 2020.

32 Recomendações
140 visualizações
bookmark icon