Retrato de uma violência sem rosto

Ele ou ela é educado/a, atencioso/a, carinho/a, protótipo do companheiro/a perfeito/a, mas dentro de quatro paredes transforma-se? Irrita-se com facilidade e tem acessos de raiva? Ameaça, humilha, bate, manipula? Repreende se fala? Repreende se cala? Repreende se faz e se não faz? Não respeita a sua liberdade e dignidade? Promove o seu isolamento, afastando-o/a da família e amigos? Pede desculpa

Regresso passageiro…

#As pessoas são livres para fazer o que querem, elas geralmente imitam se umas às outras. Eric Hoffer –Americano (1902-1983) — Filósofo social. # Os homens pequenos projectam sombras extensas. É sinal 

O Eco na vida…

Uma família foi passar férias na montanha. Um dia, o pai e a mãe foram com o filho a um miradouro e, ao passarem por uma vegetação, o rapaz tropeça, cai e ao mesmo tempo deu um grande grito: Aai!!! Com enorme surpresa, ouviu alguém com voz semelhante à sua, que lhe respondeu; Aai!!! Querendo saber quem lhe respondia no

Morrer com dignidade, saber mais sobre a morte assistida

A eutanásia foi um dos temas mais ventilados em 2018, naturalmente controverso, com prós e contras do lado ético, religioso e político. A grande questão que é posta à consideração do decisor político, religioso e cívico é o da despenalização da morte assistida, pois quem ajuda uma pessoa a morrer pode ser qualificado como homicida voluntário. Toda esta problemática da

Inaceitável

A polémica das vacinas O Orçamento de Estado para 2019, graças à proposta do PCP, vai ter a verba necessária para que três novas vacinas sejam ministradas a todas as crianças gratuitamente. Passam a fazer parte do Plano Nacional de Vacinação, as vacinas contra a rotavírus, a menigite B e o vírus do papiloma humano (HPV) – para as raparigas

Questões da nossa Cidade DCCCII

I – A “Sereia” que não pára de surpreender A nossa “Sereia”, Ana Rodrigues, não pára de nos surpreender, ano após ano, demonstrando todo o seu talento numa modalidade tão exigente como é a natação. Ana termina o ano de 2018 com títulos e recordes e tudo leva a crer que o novo ano de 2019 só poderá ser diferente

Respeitar as diferenças é construir a paz!

Cada ser humano é único e merece o maior respeito. Possui uma dignidade tão grande e que lhe foi conferida por Deus. Daí ter tal inteligência que o torna capaz de imensa descobertas, que tanto podem ser usadas para o bem como para o mal. Quer seja pobre ou rico, letrado ou ignorante, jovem ou velho, bem vestido ou esfarrapado,

Direito de resposta

Resposta ao artigo “INACEITÁVEL  – Não nos enganem sobre a Praça”

Não está na minha índole alimentar discussões inúteis ou estéreis e por isso a minha primeira reacção à leitura do artigo foi ignorá-lo. Pensando melhor, decidi dar uma curta resposta. Pelas citações, não tenho dúvidas de que a primeira parte do artigo se refere à minha pessoa e