Câmara assinala “simplex municipal” na relação com a Junta

Câmara assinala “simplex municipal” na relação com a Junta

O presidente da Câmara visitou esta semana as novas instalações da sede da Junta e do Centro de Fisioterapia, cedidas pelo município à freguesia, assinalando “a nova relação” entre os dois órgãos autárquicos, que Jorge Sequeira classifica como um exemplo de “simplex municipal”.

Na passada quarta-feira, 26 de Dezembro, o presidente da Câmara Municipal de S. João da Madeira, Jorge Sequeira, visitou as novas instalações da sede da Junta, nos Paços da Cultura, e do seu Centro de Fisioterapia, que se localiza agora no Centro Coordenador de Transportes. Estas visitas, que foram acompanhadas pela presidente da Junta sanjoanense, Helena Couto, visaram “acompanhar o processo de execução dos diversos protocolos de colaboração assinados com a Junta de Freguesia neste mandato”, como explicou aos jornalistas Jorge Sequeira.
Nas palavras do presidente da autarquia, estes protocolos traduzem “uma modificação substancial na relação com a Junta”, sendo que a cedência de novas instalações para a sede e para o Centro de Fisioterapia são “dois momentos dessa nova relação”.
A mudança do Centro de Fisioterapia da Junta de Freguesia para as novas instalações, no piso 0 do Centro Coordenador dos Transportes, permitiu “resolver um problema muito antigo”, sendo que a solução foi encontrada “em diálogo” com a freguesia, tendo sido encontrado o “espaço ideal, acessível a todos os utentes” e que permitiu dar uso a uma área até agora devoluta. Relembre-se que o espaço anterior, no Complexo Desportivo Paulo Pinto, havia sido encerrado devido à falta de condições resultantes das infiltrações que o edifício apresenta.
O Centro de Fisioterapia está aberto todos os dias úteis (das 14h00 às 20h00), sendo que a prestação deste serviço é realizada através de uma parceria entre a Junta de Freguesia de S. João da Madeira e a Associação Desportiva Sanjoanense. O equipamento – que dispõe de dois fisioterapeutas, quatro gabinetes de tratamento e equipamento de recuperação – é destinado a todos os cidadãos e atletas federados ou não-federados, dispondo de condições especiais para a população sénior.
O Centro de Fisioterapia realiza entre 50 a 60 tratamentos por mês só para a população sénior, atendendo uma média mensal superior a 100 atletas, maioritariamente da ADS, mas também de outros clubes e associações desportivas da cidade. No final da visita, Jorge Sequeira disse estar “muito satisfeito com o balanço que nos foi dado a conhecer”.

Serviços da Junta deram “vida” aos Paços da Cultura

O presidente da Câmara manifestou também satisfação com a transferência da sede da Junta de Freguesia para os Paços da Cultura, sublinhando que o edifício não só “preservou todas as funções que tinha”, nomeadamente na galeria de exposições, auditório e Espaço Internet, como estas valências foram “fortalecidas com os serviços” da Junta, que “conferiu vida, actividade e dinamismo” ao espaço. Jorge Sequeira apontou o exemplo concreto da sala que é agora o gabinete do executivo da Junta (espaço que não existia nas anteriores instalações) e que “servia apenas como depósito de material informático obsoleto”.
O edil afiançou ainda que a mudança da Junta para os Paços da Cultura se traduz ainda na “transferência de um serviço público para o centro cívico da cidade”, algo que diz ser “muito reclamado pelos sanjoanenses” em geral e pelos comerciantes em particular. “Está provado que todos os objectivos e pressupostos se concretizaram”, concluiu Jorge Sequeira, apontando que este novo relacionamento e a cedência dos espaços à Junta – que agora pode, por exemplo, utilizar o auditório dos Paços da Cultura muito mais facilmente – são exemplos do que se pode considerar um “simplex municipal” aplicado à interacção entre os dois órgãos autárquicos.
Helena Couto partilha desta satisfação com as novas instalações, sublinhando que todos os serviços antes prestados nos Paços da Cultura – como o Espaço Internet e a venda de bilhetes para espectáculos, por exemplo – se mantêm disponíveis, sendo assegurados pela Junta, cujos serviços funcionam em horário contínuo, nos dias úteis, das 9h00 às 17h, sendo que à terça encerram apenas pelas 19h30.

Joana Gomes Costa

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
José Reis
Visitante
José Reis

Ora senhora Presidenta e senhor Presidento, o SIMPLEX foi uma criação do Sócrates que veio simplificar o quê? Com esse nome não vai credibilizar o sistema chame-lhe outra coisa.