Albergue já começou a receber animais

Albergue já começou a receber animais

O Albergue para animais errantes, construído na Avenida de Casaldelo no âmbito do Orçamento Participativo Municipal (OPM), já começou a receber animais que estão à guarda da Ani São-João.
A informação foi avançada pelo presidente autarquia, Jorge Sequeira, na reunião de Câmara da passada terça-feira, altura em que avançou que estão em conclusão os “procedimentos administrativos para assegurar o funcionamento em pleno das instalações”. O edil sublinhou que o número de boxes para acolher animais foi ampliado, tendo sido concluída a vedação do espaço e electrificação das instalações.
Jorge Sequeira explicou ainda, em resposta à munícipe Ana Couto, que os serviços estão a analisar uma solução para o escoamento da água que, com as chuvadas da última semana, se concentrou no espaço.
Segundo apurámos, o albergue para animais errantes representa um investimento global do município na ordem dos 100 mil euros.
A transferência dos animais teve início no final do mês de Janeiro.

JGC


Breves da reunião de Câmara

Paulo Cavaleiro alertou para situação de postes de iluminação tombados há vários meses

Postes. O vereador Paulo Cavaleiro voltou, esta semana, em reunião de Câmara, a alertar para o perigo dos postes de iluminação pública partidos em zonas próximas de passadeiras junto a escolas, dando o exemplo de duas situações em ruas próximas da Escola Secundária Oliveira Júnior. Embora admitindo que “não é fácil a relação com a EDP”, o vereador defendeu que a instalação de um sistema de “telegestão” na rede de iluminação pública permitiria saber “há quanto tempo” estão alguns postes nesta situação, sublinhando que pelo menos um dos casos está sem solução “há mais de um ano”, estando em causa “a segurança das pessoas”. O presidente da autarquia, Jorge Sequeira, afiançou partilhar desta preocupação, garantindo que a Câmara está a “intervir perante a EDP” para solucionar estas questões. Ainda no período antes da ordem do dia, Paulo Cavaleiro criticou também o “timing” da Câmara em avançar com as obras de repavimentação das ruas. “Não se faz uma empreitada no tapete no Inverno”, afiançou, apontando que as condições climatéricas condicionam, por exemplo, os consequentes trabalhos de pintura da sinalização, levando a que “as passadeiras fiquem por pintar muito tempo”. Jorge Sequeira deu vários exemplos de intervenções de repavimentações feitas durante o período de Inverno, até em auto-estradas, garantindo a intenção da Câmara em fazer a manutenção anual das vias, estando já em curso o “levantamento das ruas a pavimentar em 2019”. O edil reafirmou ainda que está a ser melhorada a “qualidade das travessias para peões”, com intervenção em curso ou planeada em várias dezenas de passadeiras.

Zona Industrial. A Câmara aprovou esta terça-feira a venda de mais um lote resultante da ampliação da Zona Industrial das Travessas. O vereador da coligação PSD/CDS, Paulo Cavaleiro, manifestou a sua “grande satisfação” pelo avançar deste projecto, que permite à Câmara “arrecadar receita”, ao mesmo tempo que “mais uma empresa cria melhores condições para desenvolvimento da sua actividade”. O presidente da autarquia avançou que este foi o “quarto lote” vendido pelo município, sendo que os proprietários privados também já venderam lotes, pelo que Jorge Sequeira diz aguardar “com expectativa” os respectivos processos para avançarem com a construção de novas empresas.

Autocarro. O executivo municipal deliberou esta semana um recurso administrativo apresentado por uma das empresas que se apresentou ao concurso para aquisição de um autocarro que o município irá ceder à Junta de Freguesia. Segundo informação do presidente da Câmara, a Mercedes, a quem havia sido adjudicada a compra da viatura, acabou por ser excluída do concurso por não ter apresentado a respectiva caução. No entanto, apesar de não ter contestado a sua exclusão, a empresa recorreu do acto de adjudicação à segunda concorrente, a Volvo. Segundo Jorge Sequeira, o júri e serviços jurídicos consideram que “não assiste razão” à empresa, pelo que o recurso foi considerado improcedente e a Câmara deliberou “que se mantenha a adjudicação à Volvo”. Jorge Sequeira sublinhou que “a diferença” de preço entre as duas propostas “não é muito significativa”.

Auditoria. Na reunião de Câmara desta semana, o executivo tomou conhecimento do relatório da auditoria realizada no âmbito do controlo da Lei dos Compromissos e pagamentos em atraso, que analisou o período de 2014/2015. Segundo o presidente da autarquia, “não é apontada qualquer falha que justifique uma medida de responsabilidade financeira”, sendo apenas “feitas algumas recomendações”, que foram já analisadas pelos serviços.

TECNET. A Câmara está a “avaliar as condições” para a realização de uma nova edição do TECNET – Business Camp, cuja terceira edição se realizou em Junho de 2017. Em resposta ao munícipe Paulo Bacalhau, Jorge Sequeira explicou que as edições anteriores contaram com financiamento comunitário, que não estará agora disponível.

Apoios. A Câmara aprovou esta semana a atribuição de um subsídio de 20 mil euros à Banda de Música de S. João da Madeira para apoio ao financiamento das suas actividades no ano de 2019, montante equivalente ao pago no ano passado. Para compensação dos prejuízos da valência de ocupação dos tempos livres, o município deliberou atribuir um subsídio de anual de 4400 euros à Santa Casa da Misericórdia de S. João da Madeira. A necessidade deste apoio surge na sequência da redução das comparticipações da Segurança Social às respostas de ocupação de tempos livres como componente de apoio à família, tendo sido já atribuído à Associação de Tempos Livres Gente Miúda que, a par com a Misericórdia, asseguram a cobertura integral desta resposta nas escolas do 1.º ciclo do concelho sanjoanense. O município vai oferecer o transporte às quatro turmas do Agrupamento de Escolas Oliveira Júnior que se inscreveram no projecto «Con(s)cienciarte», da Fundação de Serralves. Foi também aprovado esta semana o protocolo a estabelecer com o Teatro do Bolhão para implementação – a nível metropolitano – do projecto «À Barca, À Barca», que pretende promover a educação através do teatro. Considerando o universo dos 17 municípios da Área Metropolitana do Porto, o Teatro do Bolhão desenhou um projecto de intervenção junto de 17 agrupamentos de escolas, um por cada concelho, sendo que em S. João da Madeira foi selecionado o Agrupamento Dr. Serafim Leite.

Saudação. A Câmara aprovou, por unanimidade, um voto de saudação à equipa de Basquetebol Sub16 Feminino da Associação Desportiva Sanjoanense que recentemente se sagrou campeã distrital.

Cedência. Foi aprovada esta semana a cedência gratuita da Sala dos Fornos da Oliva para três eventos que vão envolver um grande número de participantes. A CERCI de S. João da Madeira solicitou a cedência do espaço para a sua Festa de Carnaval, a 1 de Março, onde são aguardadas cerca de 400 pessoas. A Cruz Vermelha Portuguesa vai promover, no dia 12 de Maio, o seu 2.º Encontro Nacional, sendo que as estruturas locais foram convidadas a participar na organização do evento em articulação com a sede nacional, pelo que está a decorrer o período de candidaturas para selecção do espaço que irá acolher o evento este ano. A Paróquia de S. João da Madeira pretende realizar, a 27 de Outubro, o encerramento de um Cursilho de Cristandade, que se prevê reunir cerca de 700 pessoas. Jorge Sequeira sublinhou que são três eventos que irão “envolver muitas pessoas”, explicando que a Câmara tentar sempre “coordenar com visitas aos museus” da cidade, justificando a cedências com o facto de estes eventos contribuírem para “a promoção do nosso território”, sendo dinamizadas por instituições que não têm fins lucrativos.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  Subscribe  
Notify of