Educação

Ano letivo arranca com refeições mais saudáveis no básico e secundário

• Favoritos: 4


Conforme ‘O Regional’ já tinha noticiado, há alterações nas refeições escolares que se verificarão sobretudo a partir do 2º ciclo, na sequência da transferência de competências, na área da educação, para a Câmara Municipal

Segundo informou, na passada segunda-feira, a vereadora Irene Guimarães, questionada sobre o ponto de situação do concurso público lançado, o contrato para o fornecimento de refeições escolares nas escolas da rede pública do concelho de S. João da Madeira “encontra-se, no presente momento, a aguardar a concessão de visto prévio do Tribunal de Contas”.
“Salvaguarda-se, no entanto, que as necessidades de refeições estão garantidas para todas as crianças e todos os jovens das nossas escolas, o que acontece já a partir do início do mês de setembro”, sublinha a responsável pelo pelouro da educação.
Quanto às mudanças introduzidas, a autarca aponta, desde logo, “a certeza de que todas as escolas, desde a educação pré-escolar ao ensino secundário, passarão a ter a mesma ementa diária” e considera que “isso significa um melhor planeamento familiar, sobretudo nas famílias que têm educandos em mais do que um ciclo de ensino ou escola em S. João da Madeira”. Em todo o caso, acrescenta que “não obstante a ementa ser igual, as capitações serão adaptadas à idade da criança”.
Com o objetivo de “proporcionar uma alimentação cada vez mais saudável e equilibrada”, Irene Guimarães frisa ainda que “houve um reforço das ementas vegetarianas, redução muito significativa de fritos e de alimentos processados e eliminação de pré-cozinhados”.

Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa de 8 de setembro
ou no formato digital, subscrevendo a assinatura

 

4 Recomendações
9 visualizações
bookmark icon