Sociedade

Faurecia Metal abre as portas às famílias dos funcionários


A Faurecia Metal promoveu, no passado sábado, um dia aberto às famílias dos seus colaboradores, que incluiu uma visita guiada pela fábrica e atividades para crianças.

A Faurecia Metal promoveu, no passado sábado, um dia aberto às famílias dos seus colaboradores, que incluiu uma visita guiada pela fábrica e atividades para crianças. Este que é um dos maiores empregadores do concelho de S. João da Madeira tem boas perspetivas para o seu futuro na cidade e pretende aumentar o volume de exportações em 20%.
Conforme explica o diretor de fábrica, Fabrica Didillon, “existe o Open Day, para ter o maior número de gente possível do exterior, aqui é um Family Day, os colaboradores convidam as famílias, os filhos veem onde o pai e a mãe trabalham”.
O dia da família da Faurecia Metal contou com 700 inscrições e trata-se de uma iniciativa que já não acontecia desde 2014. Este ano tem também a particularidade de ser a primeira grande atividade de convívio desde o início da pandemia.
Ao entrar na empresa, na rua do Orreiro, os trabalhadores e as suas famílias são convidados a fazer uma visita guiada pelos dois pavilhões da Faurecia Metal, no de baixo é onde está a técnica de soldadura a laser, já na parte de cima estão outros tipos de soldadura, nomeadamente MAG; por pontos; e por resistência.
A história das instalações começa em 1951, com a criação da Molaflex. Em 1962, deu-se início à produção de bancos de automóveis e as primeiras exportações foram em 1973.
Já em 1980, deu-se a associação ao grupo Bertrand Faure e em 1993 é criada a Vanpro, para fornecimento de assentos à Autoeuropa. Em 1998, há a fusão entre a Bertrand Faure e a ECIA, originando então o nome pelo qual a empresa é hoje conhecida: Faurecia, que em 2017 adotou um novo logotipo e identidade visual.
A aquisição da Hella e criação da Forvia surgiu este ano.
Em média, são produzidas 50 mil peças por dia nesta empresa, havendo 35 clientes e 79 fornecedores. O maior cliente é o grupo Stellantis (que integra as marcas Peugeut, Citroen, Opel e Fiat).
Depois da visita do Family Day, os visitantes foram convidados o usufruir do exterior, onde se encontrava um espaço com diversas atividades para crianças e ainda comes e bebes, tudo num ambiente bem familiar, fazendo jus à designação da iniciativa.
Para o diretor de fábrica, as perspetivas de futuro em S. João da Madeira são “muito boas”.
“Temos o plano estratégico, a visão a longo termo, e temos crescimento de vendas. Apesar do stop and go este ano vamos conseguir atingir o objectivo, para os próximos anos prevemos um crescimento em 20%”, indica Fabrice Didillon.
Quanto ao aumento de postos de trabalho, isso “está sempre ligado” com o desejo de aumentar as exportações, conforme assegura o responsável.
Apesar do investimento também em robótica, Fabrice Didillon frisa que são sempre precisas pessoas “para colocar as peças nas máquinas e com o volume em crescimento são precisas mais pessoas. Hoje temos 800 colaboradores, já chegamos a ser 1200”.
Reforçar a equipa, contudo, é um problema “porque em S. João da Madeira não há desemprego. É difícil arranjar pessoas”, refere igualmente, acrescentando que a empresa já teve de ir até Vila Nova de Gaia à procura de mão de obra.
Em todo o caso, o responsável da Faurecia Metal frisa que a empresa quer ficar com pessoas deste concelho.

Presidente da Câmara destaca “qualidade técnica e científica das operações” da empresa
O Presidente da Câmara Municipal de S. João da Madeira, Jorge Vultos Sequeira, assim como o vice-presidente, José Nuno Vieira, visitaram a Faurecia Metal, tendo o chefe do executivo ficado “extremamente grato pelo convite feito à Câmara”.
“Estou absolutamente impressionado com a qualidade técnica e científica das operações aqui desenvolvidas, é uma unidade de excelência, que produz uma quantidade impressionante de peças para diferentes marcas em simultâneo”, disse Jorge Vultos Sequeira, depois da visita guiada às instalações da Faurecia Metal, que decorreu no passado sábado, dia 9.
O autarca sanjoanense destacou ainda o “grau de organização de trabalho e logística”, bem como a “muita inteligência e capacidade de gestão aplicada para servir diversos clientes” da empresa.
Para o Presidente da Câmara, a Faurecia Metal não só é um “grande empregador” como “atrai imensas pessoas para a cidade”, sendo “um elemento importante da história” do concelho, que “leva S. João da Madeira para todos os continentes do mundo”.

104 visualizações
bookmark icon