Sociedade

Domingos Verdes de regresso à Avenida Renato Araújo

• Favoritos: 3


Decorreu no último fim de semana o primeiro dos Domingos Verdes programados para este ano pela Câmara Municipal de S. João da Madeira.

Durante a manhã, o troço da Avenida Dr. Renato Araújo a norte da rotunda do hospital da cidade esteve sem trânsito, abrindo lugar à realização de diversas atividades sem pegada ecológica e com uma perspetiva de sensibilização ambiental.
Numerosas pessoas tiveram, assim, a oportunidade de percorrer essa artéria a pé, de bicicleta, trotineta ou outro modo suave de deslocação, além de participarem nas diversas propostas lúdicas para todas as idades que aí tiveram lugar, tirando partido, dessa forma, da ausência de tráfego automóvel.

“Os Domingos Verdes constituem uma forma de sensibilização para a necessidade de se adotarem, cada vez mais, modos suaves de deslocação, contribuindo para que o modelo de mobilidade urbana esteja cada vez menos dependente do automóvel”, refere o Presidente da Câmara a propósito desta iniciativa.
Para Jorge Vultos Sequeira, “foi muito positivo” este regresso dos domingos verdes, após a interrupção provocada pela pandemia. “Constatámos a adesão de muitos cidadãos de todas as idades, que tiraram partido da ausência de carros, ao longo de uma manhã, para realizarem ou tomarem parte em atividades de lazer e desporto, não prejudiciais ao ambiente”, acrescenta o autarca.
“Acreditamos que, desta forma, estamos a ir ao encontro de uma indispensável mudança de comportamentos que levará à redução das emissões e da pegada ecológica da nossa comunidade”, afirma ainda o Presidente da Câmara Municipal.
Dessa forma, a cidade está a ir ao encontro das metas definidas no Plano de Transição Energética que entrou em vigor no último ano, depois de um processo desencadeado pela Câmara Municipal com a colaboração da Energaia, a agência de energia do sul da Área Metropolitana do Porto.
Sob o lema “Uma cidade viva e sem carros”, este Domingo Verde decorreu entre as 9h30 e as 12h30, com um programa que inclui a realização de atividades desportivas, exibições artísticas, dança, música, eco ateliês, “gincanas” da PSP, uma “cãominhada” e a auto-escada dos bombeiros.
Os restantes Domingos Verdes deste ano estão já calendarizados para 25 de setembro e a 4 de dezembro, de forma a sensibilizar para um modelo de mobilidade urbana menos dependente do automóvel e com menores emissões de dióxido de carbono.

3 Recomendações
4 visualizações
bookmark icon