Opinião

O buraco...

• Favoritos: 1


Pela parte que nos toca continuamos a ser dos países que menos recicla.

Nos tempos que correm, e já correram, estamos ou devíamos estar todos, quando digo todos refiro-me a toda a população mundial, preocupados com o buraco do ozono. Pela parte que nos toca continuamos a ser dos países que menos recicla. Bem, este é um dos buracos que devia merecer a nossa preocupação. Ou não acham?!
Saltando quase radicalmente muitos dos buracos que nos possam preocupar, há uma parte privilegiada da nossa sociedade que se preocupa em conseguirem chegar ao décimo oitavo buraco de um campo de golfe. Sim, é um pouco de dor de cotovelo, confesso... nunca tive a oportunidade de pisar um green e de dar uma tacada com um dos ferros, escolhendo o tipo de taco e seu número. E agora que estou reformado teria todo o tempo do mundo para poder praticar a modalidade, mas, enfim... falta-me o estatuto e o resto! Por falar em golfe, aqui na nossa terra tivemos um mini golfe... Primeiro na quinta da Jeanne, depois transferido para as piscinas e depois desapareceu... Bem, deve estar esquecido num armazém qualquer, não tínhamos estatuto para a prática.

O buraco do campo de golfe...

Agora que escrevo sobre buracos, lembro-me que quando era miúdo, lá fazíamos uns buracos para jogar com berlindes. Assim como de outros jogos que nos mantinham ligados à terra, pois tínhamos de usar as mãos para assim fazer buracos.
Já lá vão uns meses que aqui do meu bairro apareceu um buraco num dos passeios. Quando o vi pela primeira vez mostrei logo a minha preocupação. Pois, se uma pessoa se distraísse ali seria um bom sítio para um acidente. E não é que aconteceu mesmo!!! Um dia destes ao iniciarmos a nossa caminhada de fim de tarde e atentos ao Rookie para que não atravessa-se a estrada e com conversa pelo meio – pum! De repente o acidente aconteceu... no tal buraco que apareceu ali à meses sem qualquer aviso ou proteção para os transeuntes. O trambolhão foi grande, daqueles dos antigos, mas bem moderno. Não havia ossos partidos... O resultado foi algumas escoriações e alguns impropérios para quem nos governa e devia zelar pela nossa segurança... ou não?!
Há buracos que por vezes vêm atrapalhar as nossas vidas, como os buracos financeiros, ... etc, bem, deixo alguns para a vossa imaginação!
Nas música, Pat Metheny Group, Still Life (talking). Só uma pequena observação sobre as músicas que vos proponho: recorro à minha coleção de vinil. Mas se os quiserem mesmo ouvir é só recorrer ao YouTube, se calhar bem mais à mão nos dias que correm.
Nos livros é o mesmo que os discos, recorro à minha estante, quando não adquiri nenhum livro recentemente. Esta semana proponho-vos “Sonetos de Bocage”, apresentação de Hernâni Cidade.
Tenham cuidado com os buracos que nos vão surpreendendo!!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

11 visualizações
bookmark icon