Sociedade

Município promoveu conferência sobre a oferta formativa qualificante

• Favoritos: 4


Reunião decorreu no edifício da Torre da Oliva, com a participação de escolas, instituições, empresas e associações empresariais.

A Câmara Municipal de S. João da Madeira promoveu uma conferência para auscultar as empresas e recolher contributos que permitam enriquecer a análise das necessidades e da procura de qualificações nos setores empresariais mais representativos do concelho e região.
Subordinada ao tema “Oferta Formativa Qualificante”, esta sessão decorreu no dia 20 de abril, no edifício da Torre da Oliva, com a participação de autarcas, empresários e dirigentes de estabelecimentos de ensino, de instituições e de associações.
Para além de intervenções de dirigentes de todas as escolas públicas e privadas da cidade, do Instituto do Emprego e da Área Metropolitana do Porto, a conferência contou com o contributo de representantes de entidades de setores diversos, nomeadamente das áreas da saúde, equipamentos industriais, calçado, restauração/hotelaria, comércio e serviços, marroquinaria, cartonagem, fotografia, design, tecnologias e informática.
O Presidente da Câmara, Jorge Vultos Sequeira, que esteve nesta conferência acompanhado pela Vereadora da Educação, Irene Guimarães, abriu os trabalhos, salientando a importância da iniciativa, cuja realização se encontra prevista na Carta Educativa do município sanjoanense.
O autarca adiantou que esta conferência terá periodicidade anual, para “permitir um planeamento adequado entre o município, escolas e empresas”, referindo que a política educativa “deve passar das palavras aos atos”. Mais referiu que “a articulação é importantíssima e o nosso trabalho é antecipar o futuro”. Neste sentido, torna-se fundamental a colaboração e partilha de ideias, reforçando que o município está “inteiramente mobilizado para o sucesso”.
Esta conferência foi dividida em dois momentos: no primeiro, foram abordadas as áreas de formação relevantes ministradas nas escolas do concelho, quais as expectativas dos alunos em relação ao seu futuro profissional e qual o perfil do aluno enquanto jovem no mercado de trabalho. No segundo momento, foram abordadas as perspetivas de evolução do mercado de trabalho dos setores ali representados e as experiências de contacto das empresas com as escolas e os seus formandos.

 

4 Recomendações
16 visualizações
bookmark icon