Opinião

Palavras do tempo, no nosso tempo... Do Evangelho…

• Favoritos: 5


Naquele tempo… Jesus foi até à beira-mar e ali começou a ensinar. Era tão grande a multidão que Ele teve de entrar num barco e sentou-se nele. O barco estava no mar enquanto o povo ficava de pé na praia. Ele lhes ensinava muitas coisas por parábolas e dizendo em seu ensino, disse; “Escutai!”; “O semeador saiu a semear. Enquanto semeava, uma parte da semente caiu à beira do caminho e vieram as aves e comeram-na. Outra caiu em terreno pedregoso, onde não havia muita terra e logo brotou por não ter profundidade de terra; mas quando o sol ergueu foi queimada e, por não ter raiz, secou. Outra caiu entre espinhos, e os espinhos cresceram, sufocaram-na e não deu fruto. Outra caiu em terra boa e, crescendo e vicejando, deu fruto e produziu a trinta a sessenta e a cem por um”. Jesus acrescentou ainda; “Aquele que tem ouvidos para ouvir, ouça!” (Mc 4, 1-9)
Quando Jesus ficou sozinho com os seus discípulos, estes fizeram a seguinte pergunta; “Por que lhes falas em parábolas?”
Jesus respondeu-lhes: “Porque a vós é dado compreender os mistérios do Reino dos Céus, mas a ele não” (Mc 13,31)
Temos que saber medir a justeza destas Palavras, de acordo com os procedimentos e propósitos que o Evangelho nos oferece e ensina.
Destas Palavras sábias, e trazendo-as à reflexão para os dias de hoje - sem qualquer presunção de inquiridor -, podemos dizer que o mau semeador, é aquele que durante a sua vida teve como finalidade de espalhar o “fruto herdado” em função dos seus interesses pessoais e dos seus amigos, ignorando e falseando todos aqueles que nele depositaram e confiaram algo das suas vidas. “Porque se entorpeceu o coração deste povo, tornando-se duros de ouvidos e fecharam os olhos(…) de corações vazios e superficiais, e se deixaram envolver pelas paixões ou pelas preocupações materiais excessivas”. (do Evangelho)
Jesus falava para todos os que ali estavam. Sou crente, leitor e ouvinte do Novo Testamento. Por isso, eu entendo que o Senhor nos olha e fala como se estivéssemos hoje naquele lugar e naquelas horas à beira do mar, junto ao barco…
Lembro, que tudo o que ouvimos e lemos sobre os escritos dos quatro Evangelistas, Lucas, Marcos, Mateus e João, são ensinamentos que têm mais de 2 000 anos. Deus disse: ”O céu e a terra passarão, mas as Minhas palavras não passarão”. (Mateus 24-35)
Os Valores do Evangelho, são princípios e normas que nos orientam para uma vivência espiritual e de partilha dentro de uma mesma cultura religiosa. Nestes pressupostos, a ética e a moral devem ser praticadas no quotidiano por cada cidadão, com responsabilidade e equidade. Pensamento: “Hoje, vou pensar na riqueza que tenho que é muito maior que a que pedi”.00

5 Recomendações
12 visualizações
bookmark icon