Sociedade

Morreu Manuel Correia

• Favoritos: 2


Faleceu aos 70 anos, dia 7 e vítima de doença prolongada, o atual líder da concelhia do CDS, Manuel Correia, que foi também vice-presidente da Câmara Municipal de S. João da Madeira e dirigente do partido a nível distrital e nacional

Manuel Correia foi empresário, dirigente associativo na Associação Desportiva Sanjoanense e militante do CDS, na concelhia de S. João da Madeira, tendo-se destacado em cargos distritais e nacionais dessa força partidária.
Em 2019, quando era Presidente cessante do Conselho Fiscal da ADS, foi candidato à Presidência do clube, sob o lema “Está na hora da mudança”.
No seu percurso político, foi vice-presidente da comissão política distrital de Aveiro e membro da Mesa do Conselho Nacional.
Apesar da doença prolongada, manteve-se ativo na política até ao fim, sendo Presidente da Comissão Política Concelhia de S. João da Madeira.
Foi ainda vereador e vice-presidente da Câmara Municipal, nos mandatos de Manuel Cambra e desempenhou também funções de deputado municipal.
O seu funeral realizou-se ontem, quarta-feira, dia 9, às 11horas, na igreja matriz de S. João da Madeira, tendo o seu corpo sido sepultado no cemitério número 3.

Voto de pesar da Câmara

Na reunião de câmara de terça-feira foi aprovado um voto de pesar pelo falecimento de Manuel Correia, aprovado por unanimidade e com redação conjunta de Jorge Vultos Sequeira e João Pinho de Almeida.
“Manuel Correia contribuiu – em diferentes momentos e no exercício de diferentes funções públicas – para o desenvolvimento do concelho”, refere o voto, lembrando os cargos do sanjoanense na Câmara e Assembleia Municipais e que no CDS foi dirigente nacional e distrital.
“A sua disponibilidade para a causa pública ficou também patente na forma como se envolveu na vida de instituições e associações sanjoanenses, entre as quais o principal clube da cidade”, completa a nota.
“A defesa intransigente da sua cidade fica como uma marca indelével de um percurso pessoal de profundas convicções, pelas quais Manuel Correia sempre deu a cara”, acrescenta o documento, que vinca igualmente que o líder do CDS de S. João da Madeira “permanecerá como uma referência incontornável da vida pública sanjoanense”.
O vereador João Pinho de Almeida revelou ainda que, na noite de segunda para terça-feira foram “inúmeras as manifestações de pesar dentro do CDS de todas as partes do país”, de pessoas que conheciam Manuel Correia e com ele privaram ao longo dos anos.

2 Recomendações
19 visualizações
bookmark icon