Opinião

Queixinhas...

• Favoritos: 2


É frequente algumas pessoas abordarem-me na rua e dizerem “Gosto do que você escreve!”. Claro que me deixa bastante orgulhoso... Mas, lá vão acrescentando que eu poderia falar deste e daquele problema que eles sentem que os responsáveis pela nossa cidade deveriam resolver. Claro, que no meio destas queixas até surgem, não queixas, mas sim sugestões, que até são interessantes!
Deixo aqui, como exemplo: um indivíduo que se dirigiu a mim dizendo que podia propor à câmara para realizar um graffiti numa parede do bairro Espadanal. Achei interessante...
O facto, é que, todas estas abordagens à minha pessoa, levou-me a pensar, e julgo que não me engano, a nossa câmara municipal ia nomear, ou já nomeou, um provedor do munícipe... Desta forma, facilitaria às pessoas terem um local para expor as suas sugestões/ preocupações para um bem comum.
Na realidade, na nossa terra quem de facto cumpre os desígnios de um bom provedor dos munícipes são os nossos jornais regionais. Esses, sim...arautos dos nossos problemas e que não têm qualquer problema (passe a redundância) em denunciar o que por cá está mal. Todos nós temos as nossas queixinhas, faz parte do nosso ADN como povo. Não está nem bem nem mal... Somos assim o que havemos de fazer?
Meus amigos, voltamos à música com Bruce Springsteen. Nos livros, volto à carga com um escritor que nos últimos tempos me tem feito companhia, desta vez com um novo livro, “O homem em busca de um sentido”, de Viktor E. Frankl.
Agora que já passou a algazarra das eleições vamos esperar que a poeira assente.

2 Recomendações
3 visualizações
bookmark icon