Política

Legislativas: PS vence de forma clara na cidade

• Favoritos: 5


O PS foi o mais votado em S. João da Madeira, com 45,30 % dos votos expressos, entre os eleitores. Os socialistas elegeram oito deputados pelo círculo de Aveiro, contra sete do PSD, e o Chega conquista um. O BE e o CDS perderam os seus representantes

O Partido Socialista (PS), vencedor das legislativas, foi claramente o mais votado também em S. João da Madeira, conseguindo eleger mais um deputado pelo círculo eleitoral de Aveiro, mantendo o deputado sanjoanense Pedro Nuno Santos.
Os portugueses foram chamados às urnas no passado domingo, dia 30, para elegerem os deputados que vão ter lugar na Assembleia da Republica (AR), nos próximos quatro anos.
Em S. João da Madeira, o PS venceu com 45,30%, (5225 votos), o PPD/PSD teve 30,33% (3499 votos), a Iniciativa Liberal 5,26 % (607), BE 5,19 % (599) CHEGA 3,88 (447), CDU 2,57% (296) e o CDS-PP com 1, 57% (181) (ver restantes no gráfico).
Estavam inscrito 19768, votaram 11535, 118 pessoas votaram em branco e 97 nulos. A atestação foi de 41,65%.
Foram eleitos pelo círculo de Aveiro 16 deputados. Assim, pelo PS, o sanjoanense Pedro Nuno Santos, segue-se Cláudia Cruz Santos, Filipe Neto Brandão, Porfírio Silva, Susana Correia, Hugo Oliveira, Joana Sá Pereira e Bruno Henriques.
Do lado do PSD foi eleito Topa Gomes, Maria Cardoso, Ricardo Sousa, Helga Correia, Rui Cruz, Carla Madureira e Rui Gomes. O Chega viu ser eleito Jorge Valsassina Rodrigues. Os bloquistas viram Moisés Ferreira e Nelson Peralta abandonar o Parlamento, a exemplo do CDS, que perde a representação (até então assumida pelo sanjoanense João Almeida, que não se recandidatou), pois não elegeu nem no distrito de Aveiro nem a nível nacional.

Ar­tigo dis­po­nível, em versão in­te­gral, na edição nº 3877 de O Re­gi­onal,
pu­bli­cada em 3 de fevereiro de 2022

5 Recomendações
11 visualizações
bookmark icon