Desporto

Sanjoanense não foi feliz

• Favoritos: 86


No 80º dérbi regional entre a Sanjoanense e a Oliveirense, foram os de Oliveira de Azeméis a levar a melhor.

Sanjoanense, 1 - Oliveirense- 2

Assistiu-se a um bom espetáculo de futebol com as bancadas do Conde Dias Garcia praticamente cheias de Sanjoanenses. Apesar da Oliveirense ter entrado melhor no jogo foi a Sanjoanense que esteve perto de inaugurar o marcador, primeiro Pedro Pinho e depois Ruben Alves viram os seus remates bater no poste da baliza de Nuno Silva. Aos 25 minutos Michel Lima faz 1-0, a defesa da Sanjoanense a ser lenta a tirar a bola após um pontapé de canto, e Lima aproveitou a confusão na pequena área para inaugurar o marcador. Aos 28 minutos Filipe Marques deixou a Oliveirense em inferioridade numérica após duplo amarelo. A Sanjoanense foi atrás do prejuízo e Vitor Braga com um livre direto viu Nuno Silva a negar-lhe o golo com uma grande defesa, a Sanjoanense estava por cima no jogo e Pedro Pinho o homem mais inconformado da Sanjoanense rematou forte fora da área, mas uma vez mais Nuno Silva negou o golo do empate. Mesmo antes do intervalo a Sanjoanense chegou ao empate, Luís Ká a cruzar para área e Simão Fernandes de cabeça a colocar a bola na própria baliza, resultado que se verificava ao intervalo.

Na segunda parte a Oliveirense voltou adiantar-se no marcador num penálti convertido por Luizinho, a castigar uma falta de Aldair na área da Sanjoanense. O treinador da Sanjoanense Tiago Moutinho arriscou tudo, mas o ataque alvinegro continuava desinspirado, até ao final do jogo destaque para as perdidas de Rui Pedro e de Didi, que não conseguiram alterar o resultado. Foi um excelente jogo, num dérbi com quase cem anos de história. A Sanjoanense não foi feliz e a Oliveirense foi eficaz. No próximo domingo a Sanjoanense defronta o Vitória de Guimarães B às 12 horas.

Declarações de Tiago Moutinho “Queria agradecer aos adeptos o apoio do início ao fim do jogo. Foi muito bonito ver o estádio com tanta gente. O adversário nos minutos iniciais teve mais bola, mas conseguimos criar duas situações de golo com duas bolas no poste. Na segunda parte, e com as oportunidades criadas, merecíamos outro resultado. Não fomos felizes. Estamos tristes e desiludidos, mas vamos a Guimarães para vencer o jogo.”

86 Recomendações
161 visualizações
bookmark icon