Sociedade

Rostos sem Máscara - 14 - “Trabalho com gosto e para as crianças”

• Favoritos: 39


Almerinda Guimarães iniciou a sua vida profissional como auxiliar de ação educativa aos 42 anos. Já casada e com filhos nunca desistiu de encontrar uma ocupação que envolvesse o cuidar de crianças. Encontrou na Escola do Parque, a sua “segunda casa”.

O primeiro emprego que teve foi o de ser Mãe a tempo inteiro de três filhos. Sorte ou azar, o passar dos anos fez com que Almerinda Lestre Guimarães descobrisse que aquilo que gostava mesmo de fazer era de estar e cuidar de crianças. E o destino assim o permitiu. Voltou a estudar apesar da responsabilidade da maternidade. Tirou o 5.º e 6.º ano, fez várias formações até que, aos 42 anos, as portas do Agrupamento Dr. Serafim Leite, em S. João da Madeira, realizaram o seu sonho. “Já cá estou há 15 anos como auxiliar de ação educativa”, na Escola do Parque. “Sou uma pessoa muito feliz naquilo que faço diariamente. Conheço todas as crianças desta escola”.
A experiência de todos estes anos permite-lhe conhecer a personalidade de cada criança através do simples olhar ou da maneira como fala. “Não há crianças iguais. Cada uma tem a sua personalidade”, e isso para si é a parte mais “desafiante” desta sua profissão.
“Junto das crianças sou muito firme. Temos que ser justos, sinceros e corretos. Tanto estou a dar-lhe um abraço, ser psicóloga, como, rapidamente, a estou a chamar-lhe a atenção. Na verdade, somos os segundos pais destas crianças”. A experiência diz-lhe, ao longo destes anos, que grande parte dos seus “meninos” têm um comportamento diferente em casa e na escola. “Eles respeitam-me muito e eu a eles”, sejam alunos do 1º ao quarto 4º ano. Para si é muito fácil lidar com estas idades. “Temos é que marcar sempre a nossa posição”, enfatiza.
Os tempos são outros e as brincadeiras das escolas também. “Antigamente as crianças estavam afastadas das novas tecnologias. Hoje isso já não acontece”, e, por vezes, “dificulta um pouco o nosso trabalho”, assume.

Ar­tigo dis­po­nível, em versão in­te­gral, na edição nº 3874 de O Re­gi­onal,
pu­bli­cada em 13 de janeiro de 2022

39 Recomendações
comments icon0 comentários
0 favoritos
442 visualizações
bookmark icon

Escreva um comentário...

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *