Sociedade

Hospital-de-dia de oncologia vai ocupar o terceiro piso da unidade de saúde

• Favoritos: 41


O hospital de dia para doentes oncológicos do Centro Hospitalar de Entre Douro e Vouga vai ocupar o último piso do Hospital de S. João da Madeira, após ter sido deslocado do Hospital Sede para uma clinica privada devido à pandemia.

O Centro Hospitalar do Entre Douro e Vouga (CHEDV), em Santa Maria da Feira, transferirá o seu hospital-de-dia de oncologia para o 3.º piso do Hospital de S. João da Madeira, além de toda a equipa médica associada.
De salientar que, desde abril de 2020, estes doentes estavam a ser acompanhados num centro médico e de investigação privado, localizado a cerca de dois quilómetros de distância do Hospital São Sebastião, para “garantir maior segurança” aos doentes, e libertar, na altura, mais 25 camas do hospital sede, devido ao aumento de casos de infeção de covid-19.
Apesar do presidente do conselho de administração do Centro Hospitalar que, além da unidade sede, gere ainda os hospitais de S. João da Madeira e de Oliveira de Azeméis, ter referido a ‘O Regional’ ”não ser ainda o momento para detalharmos informação sobre o assunto”, fonte do CHEDV assume que o hospital de dia para doentes oncológicos “vai ocupar todo o terceiro piso do Hospital de S. João da Madeira, as obras há muito que ali decorrem, terá instalações autónomas, com todas as condições, que permitem manter a segurança e qualidade dos cuidados prestados aos doentes”, e que a abertura está agendada, se tudo correr como previsto, “até ao final deste mês”, enfatiza.

Ar­tigo dis­po­nível, em versão in­te­gral, na edição nº 3874 de O Re­gi­onal,
pu­bli­cada em 13 de janeiro de 2022

41 Recomendações
comments icon0 comentários
0 favoritos
983 visualizações
bookmark icon

Escreva um comentário...

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *