Cultura e Lazer

Prazo para envio de obras poéticas decorre até ao final de janeiro

• Favoritos: 22


Decorre até próximo dia 31 de janeiro o prazo para envio de originais concorrentes à edição de 2021 do Prémio Literário João da Silva Correia, lançado pela Câmara Municipal de S. João da Madeira.

Constituindo uma homenagem ao escritor sanjoanense que lhe dá o nome, esta iniciativa contribui para “promover hábitos de leitura e de escrita criativa” e o “aparecimento de novos valores e talentos literários”, como consta das normas da iniciativa.
O júri inclui o embaixador, diplomata, escritor e poeta Luís Castro Mendes, que foi Ministro da Cultura entre abril de 2016 a outubro de 2018, o poeta e escritor de literatura infanto-juvenil, José Fanha, que tem sido comissário do Festival Poesia à Mesa, e ainda um representante da editora Âncora, que tem uma parceria com o município sanjoanense para a edição dos livros do Prémio João da Silva Correia.
Em relação às últimas edições deste concurso literário, mantém-se a maior abrangência da iniciativa, que deixou de impor a condição de os candidatos terem ligação ao concelho de S. João da Madeira. Esta medida contribui para uma maior divulgação do prémio, que se tem refletido numa participação crescente de concorrentes, de vários pontos do país e também do Brasil.
Sendo operacionalizado pelos serviços da Biblioteca Municipal de S. João da Madeira, este prémio, lançado em 2006, tem o nome do escritor e jornalista sanjoanense João da Silva Correia (1896-1973), autor do romance "Unhas Negras".
Cada vencedor é distinguido com a garantia da publicação da obra selecionada, mediante a comparticipação financeira, pela Câmara Municipal, nos custos da respetiva edição, até ao limite de 3.000 euros (um aumento em relação aos anos anteriores, em que esse valor era de 2000 euros).

22 Recomendações
86 visualizações
bookmark icon